Toyota anuncia recall de quase 120 mil veículos

Se você tem um modelo Toyota, atenção! A mafca realiza um recall de 53.635 veículos do modelo Corolla e 65.963 do modelo Corolla GLi 1.8 automático CVT. Segundo a fabricante os automóveis apresentam defeitos que podem gerar riscos para os condutores.

Os donos dos veículos devem entrar em contato com a rede de concessionárias autorizadas para a realização de reparos. A relação de concessionárias autorizadas para atendimento está disponível neste site.

anúncios




Confira a lista de veículos, o lote e o defeito apresentado.

Modelo: Corolla

Data de fabricação: de 7 de janeiro de 2013 a 20 de dezembro de 2013

Defeito: no decorrer de uma investigação realizada pelo fornecedor, no Japão, na peça denominada deflagrador, que integra o sistema de air bag do passageiro do veículo, constatou-se a degradação do componente após longos períodos de exposição a altas temperaturas, grandes variações de temperatura e alta umidade. Esses fatos tornam o deflagrador mais suscetível a romper-se inadequadamente no caso de colisão do veículo, o que pode provocar a dispersão de fragmentos de metal da carcaça desse deflagrador juntamente com a bolsa, causando lesões físicas graves, ou até fatais, ao passageiro e aos demais ocupantes do veículo.

Há riscos de danos materiais e lesões físicas graves, ou até fatais, ao passageiro e aos demais ocupantes do veículo no caso de colisão frontal que provoque a deflagração da bolsa do air bag.

A marca irá fazer a substituição do deflagrador da bolsa do air bag do lado do passageiro acontecerá em uma única etapa com início em 4 de abril de 2018.



Modelo: Corolla GLi 1.8 automático CVT

Data de fabricação: de 31 de outubro de 2013 a 11 de agosto de 2017

anúncios

Defeito apresentado: devido à programação incorreta da Unidade de Controle Eletrônico (ECU), que controla a Transmissão CVT, existe a possibilidade de ocorrer o mau funcionamento da válvula solenoide da CVT. A Unidade de Controle Eletrônico (ECU) da CVT poderá detectar uma diferença de informação (comandada versus real), resultando no aparecimento de uma luz de advertência no painel de instrumentos e na limitação da velocidade do veículo em até 60 km/h. Poderá ocorrer a redução de velocidade de condução limitada a 60 km/h. Não há risco de danos materiais nem pessoais aos ocupantes do veículo ou a terceiros.

A campanha será realizada em etapa única e terá início em 16 de abril de 2018 para realizar a reprogramação da Unidade de Controle Eletrônico (ECU) da Transmissão CVT e, caso necessário, efetuar o reparo da Transmissão CVT.

CHASSIS ENVOLVIDOS

  • Código alfanumérico 9BRBD48E* – D26020000 a E2642203
  • Código alfanumérico 9BRBL42E* – D4759577 a E4789205

Por Redacao

.

Dia Mundial do Autismo: Semana é comemorada em Belo Horizonte

Peça “Boa Sorte” propõe debate sobre HIV na capital