Prefeitura de BH publica guia online de pagamento IPTU; saiba como acessar

Quem pagar o tributo à vista ou no mínimo em duas parcelas até o dia 20 de janeiro terá um desconto de 6%; o documento também será encaminhado pelos Correios até o dia 8

A guia de pagamento do IPTU 2021 de Belo Horizonte foi lançado pela prefeitura nesta quinta-feira (31). Dos 835.000 imóveis registrados na capital, 745.000 são tributáveis. Quem paga à vista ou espera parcelar no mínimo duas vezes até o dia 20 de janeiro tem 6% de desconto.

Para publicar documentos, basta acessar a página da prefeitura e informar o índice cadastral do hotel. Você também pode pesquisar o CPF ou CNPJ do proprietário e o código postal do local. De acordo com o executivo municipal, o reajuste tributário neste ano foi de 4,23%, valor igual ao IPCA-E calculado pelo IBGE.

O IPTU pode ser parcelado em BH, em até 11x, vencendo a primeira no dia 15 de fevereiro e as demais no mesmo dia de cada mês. O guia também será enviado pelos correios antes de 8 de janeiro. Além de fornecer informações sobre o valor cobrado, o voucher também traz opções de descontos.

anúncios

Os contribuintes que pretendem parcelar receberão um novo guia com os códigos de barras do mês até a primeira semana de fevereiro. A prefeitura também cedeu aos correios a emissão desses documentos.

A expectativa do governo é que o imposto gere 2,05 bilhões de reais em arrecadação.

Assistência pessoal

Devido à pandemia, os contribuintes são aconselhados a procurar ajuda face à face apenas em circunstâncias especiais. De acordo com a PBH, o atendimento será realizado de forma restrita nos postos de atendimento do BH Resolve nas áreas centrais urbanas de 4 de janeiro a 3 de fevereiro. No entanto, uma consulta deve ser marcada com antecedência.

A unidade está localizada no Bloco 342 (Rua dos Caetés) e funciona das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Por Redacao

.

LAB MG: Secult divulga cartilha de orientações sobre execução e prestação de contas de projetos aprovados

Lupin a nova série que vai ultrapassar “La Casa de Papel” nos mais vistos da Netflix