Orçamento do IFMG é o menor em 11 anos

Mesmo com a expansão para 18 cidades no interior e na região Metropolitana, além do salto no crescimento de alunos, o Instituto Federal de Minas Gerais teve o orçamento reduzido pelo governo a níveis do ano 2010.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) vem a público, mais uma vez, manifestar sua preocupação em relação aos sucessivos cortes orçamentários a que vem sendo submetido. Apesar das constantes tentativas de reaver as perdas junto ao Governo Federal e Congresso Nacional, o orçamento aprovado para 2021 voltou a equiparar-se, em termos absolutos, aos valores do ano de 2010. São perdas orçamentárias que podem chegar a 34,4% de um orçamento que já estava no limite.

Embora a instituição reconheça as dificuldades geradas pela pandemia, as escolhas feitas na distribuição dos recursos não reconheceram a importância da educação para o país. Os cortes apresentados são incompatíveis com a realidade de funcionamento institucional. Com sua Reitoria sediada em Belo Horizonte, o IFMG possui unidades educacionais em quatro regiões do estado (Metropolitana, Central, Centro-oeste e Leste de Minas). Atualmente, conta com mais de 23 mil estudantes matriculados em cursos técnicos, superiores e de pós-graduação, ofertando 187 cursos e cerca de 5.400 vagas anualmente em seus processos seletivos. Se em 2010, possuía 9 unidades educacionais, hoje são 18.

As perdas em 2021 podem chegar a aproximadamente R$ 19,4 milhões e atingem diversos serviços prestados pela instituição. Está comprometido o planejamento das ações de Ensino, Pesquisa e Extensão. Da mesma forma, o corte inviabiliza o andamento de parte das atividades administrativas e de manutenção das unidades, como vigilância, limpeza e serviços gerais. Além disso, todos os contratos de serviços possuem previsão de reajuste anual com base na inflação ou mesmo reequilíbrio de preço diante das atuais restrições de mercado, que acabaram elevando o preço de muitos insumos e equipamentos. Com isso, torna-se preocupante a gestão da instituição, tendo como base o orçamento atual.

anúncios

Cabe destacar que o IFMG não parou na pandemia. Além de diversas ações sociais de combate à Covid-19, grande parte das atividades passaram a ser realizadas remotamente, o que demandou, também, novas rotinas e, em alguns casos, investimentos, a exemplo dos auxílios de assistência estudantil para que os estudantes pudessem acompanhar as aulas. Desde maio de 2020, a política de apoio foi ampliada com a instituição do Auxílio de Inclusão Digital para quem não possui condições financeiras de ter acesso à internet e de adquirir equipamento tecnológico adequado para acompanhar as aulas e atividades remotas.

O IFMG é uma autarquia federal, com estrutura multicampi localizada nos municípios de Arcos, Bambuí, Betim, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Formiga, Governador Valadares, Ibirité, Ipatinga, Itabirito, Ouro Branco, Ouro Preto, Piumhi, Ponte Nova, Ribeirão das Neves, Sabará, Santa Luzia e São João Evangelista. Há ainda o Pólo de Inovação-EMBRAPII, em Formiga. Essas unidades formam uma importante comunidade acadêmica com mais de 2 mil colaboradores, entre servidores técnico-administrativos, docentes e terceirizados.

Com o funcionamento da instituição comprometido, estão em jogo a formação profissional de milhares de estudantes e a manutenção de toda a estrutura de ensino, pesquisa e extensão. A redução drástica das atividades afeta não somente a comunidade acadêmica, como também as cidades onde atua. São unidades na periferia de grandes cidades e no interior, em regiões nas quais a economia gira em torno do IFMG, atingindo uma população de aproximadamente 2,5 milhões de pessoas.

Além de cursos bem avaliados pelo Ministério da Educação, o Instituto conduz vários projetos voltados à sociedade. Educação é direito de todos, garantido pela Constituição Brasileira. Mais do que ensinar, o IFMG leva oportunidades a quem precisa, forma cidadãos e realiza sonhos. Um país que desconsidera a educação e a ciência como prioridades mantém níveis elevados de injustiça social e sem perspectivas de um futuro melhor para sua sociedade

Por Redacao

.

Coca-Cola FEMSA Brasil oferece qualificação profissional para o mundo do trabalho em curso 100% on-line e gratuito para jovens em Minas Gerais

Embaré destaca a importância da imunização