Máscaras de fabricação artesanal para encantar, festejar e contar histórias

Oficina com o Eco da Artes está com inscrições abertas

São muitos os recursos para se contar histórias que encantam, conectam e fazem crescer. No projeto Conexão Cultural, as oficinas fornecem elementos que fazem as festas, as tradições e as histórias ficarem mais interessantes para o público e, também, para quem as organiza, produz e conta. A oficina Máscaras da Folia de Reis, comandada por Euler Alves e Narly Simões, do Eco das Artes, vai tratar tanto da história desta tradição, tão presente em Minas Gerais, como da produção das máscaras, de Folia de Reis, de Carnaval, de teatro, de decoração, e que podem ser usadas em vários momentos festivos, nas escolas e em diversos grupos culturais.

A oficina faz parte do projeto Conexão Cultural, realizado nas cidades de Arcos, Barão de Cocais, Betim, Caeté e Santa Bárbara. A oficina Máscaras da Folia de Reis, com Eco das Artes, acontece de 30 de maio a 03 de junho. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link: https://planetacultura.com.br/conexao-cultural/   até dia 29 de maio.

anúncios

Podem se inscrever para as oficinas do Conexão Cultural professores do Ensino Fundamental 1 e 2, bibliotecários, profissionais que atuam em projetos e organizações sociais, artistas, agentes culturais e também o público em geral das cinco cidades contempladas.

A oficina pode ser acessada na plataforma Google Sala de Aula. As produções dos alunos farão parte de mostras realizadas presencialmente em cada cidade, durante o mês de junho.

O Conexão Cultural é apresentado por: Ministério do Turismo, Jaguar Mining, Lhoist e Rede Mater Dei de Saúde. Incentivo: Lei Federal de Incentivo à Cultura [Pronac – 184943]. Patrocínio: Jaguar Mining, Lhoist e Rede Mater Dei de Saúde. Gestão: Planeta Cultura & Sustentabilidade. Realização: Secretaria Especial de Cultura e Ministério de Turismo. O projeto também integra o Quadrilátero Criativo, iniciativa voltada para o fomento da economia criativa nos municípios do Quadrilátero Ferrífero. 

Eco das Artes

O Eco das Artes busca soluções criativas na reutilização de resíduos, utilizando da arte e sustentabilidade como instrumentos de Educação Ambiental e Educação Patrimonial. É formado por Euler Alves e Narly Simões.

Euler Alves é músico, com formação pela Fundação de Educação Artística de Belo Horizonte e, também, na Irlanda. É artista plástico autodidata, com mais de 20 anos de atuação, buscando refletir sobre o caos da degradação  ambiental, sobre  a utilização e descarte  da matéria e sobre a transformação  daquilo que é pesado, onde a maioria das pessoas veem o lixo, em sensações  leves e despertando  reações sentimentais distintas.

Narly Simões acredita que na arte e no cuidado com a natureza estão as grandes possibilidades para se criar um mundo melhor. Ela é educadora social, tendo trabalhado por 12 anos no Programa Miguilim, da Prefeitura de Belo Horizonte, e comunicadora, com atuação em comunicação institucional, comunicação interna, eventos corporativos, Planejamento, desenvolvimento e execução de projetos de clima organizacional que priorizavam a conscientização sobre os afetos nas relações humanas no mundo corporativo e sustentabilidade.

Conheça  as etapas do Conexão Cultural

  1. Ciclo de Mobilização: com a produção de conteúdos diversos com os participantes.

  2. Ciclo das Oficinas: com o objetivo de instrumentalizar profissionais que atuam na educação e na cultura. os participantes inscritos passam a integrar uma rede de formação com agentes dos cinco municípios, vivenciando diferentes técnicas e conectando-se com profissionais de referência da música, das artes cênicas, das artes plásticas e de projetos.

anúncios

– A arte das histórias, com Renata Camargos – inscrições encerradas.

– Artesanato cênico: recursos para contar histórias, com Nana Bernardes – inscrições encerradas

– Música em movimento: musicalização brincante, com Vivian Fernandes – inscrições encerradas

– Máscaras da Folia de Reis: arte, patrimônio e festa, com Eco das Artes – inscrições pelo link https://planetacultura.com.br/conexao-cultural/   até dia 29 de maio

anúncios

– Ativando recursos para projetos locais, com Flaviano Souza e Silva

  1. Ciclo de Resultados: após as oficinas e palestras, será organizada uma Mostra Artística em  formato híbrido (presencial e on-line), em que espetáculos em formato híbrido serão montados, trabalhando os conteúdos de todas as cidades.

Serviço

Conexão Cultural – Histórias para encantar, conectar e crescer!

Oficina Máscaras da Folia de Reis, com Eco das Artes

Destinado a professores do Ensino Fundamental 1 e 2, bibliotecários, profissionais que atuam em projetos e organizações sociais, artistas, agentes culturais e também ao público em geral das cidades de Arcos, Barão de Cocais, Betim, Caeté e Santa Bárbara.

Inscrições gratuitas até 29 de maio pelo link: https://planetacultura.com.br/conexao-cultural/.

Por Redacao

.

Mob Fenda anuncia shows gratuitos em Belo Horizonte

Fernanda Takai, Dudu do Cavaco, coral, banda e orquestra de câmara fazem show beneficente