Zeladoria do Planeta premia boas práticas socioambientais em Minas Gerais

Prêmio Gestão Ambiental reconhece atitudes de personalidade e empresas em ações de promoção da sustentabilidade

A Associação Ambiental e Cultural Zeladoria do Planeta anunciou, nesta semana, os vencedores do Prêmio Gestão Ambiental 2020. A premiação, realizada desde 2004, tem como objetivo identificar e reconhecer iniciativas que se destacaram no desenvolvimento de projetos socioambientais. Neste ano, devido à pandemia de Covid-19, a cerimônia de entrega dos prêmios será de forma virtual. Em homenagem póstuma, o destaque deste ano é o professor da UFMG Ângelo Machado, falecido em abril.

Uma comissão independente indicou 50 personalidades e instituições, das quais 12 iniciativas foram selecionadas por uma equipe interna. Os vencedores receberam medalha e certificado e gravaram um vídeo com depoimento sobre a premiação. “O prêmio reconhece e dá visibilidade aos projetos que geraram impactos ambientais, sociais e econômicos em Minas Gerais. Representa o esforço coletivo no caminho do desenvolvimento sustentável”, destaca o diretor-presidente da ONG, Fernando Benicio.

Os vencedores deste ano foram Bombeiros de MG, pela atuação de excelência nas calamidades ambientais; Fundação Vale e Rede Asta, pelo projeto de confecção de máscaras, que gera renda para costureiras; Fiocruz, pelo pioneirismo na pesquisa científica contra o coronavírus; Usiminas, pela conservação de 290,77 hectares da Reserva Privada do Patrimônio Natural (RPPN) Usipa; Ministério do Meio Ambiente (Governo Federal), pela lei do saneamento básico; CSul Lagoa dos Ingleses, pelo projeto inovador de cidade sustentável; Instituto Heleno Maia da Biodiversidade, pela atuação ambiental em Juatuba (MG); Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema MG), pelo inovador sistema de licenciamento digital; OAB-MG, pela atuação na defesa do meio ambiente; Ibama MG, pela campanha de prevenção contra incêndios florestais; ator Carlos Nunes, pela atuação voluntária em campanhas ambientais e Coca-Cola FEMSA Brasil, pelo apoio às cooperativas de reciclagem durante a pandemia.

Neste ano, o destaque do prêmio é dedicado ao professor da UFMG Ângelo Machado em homenagem póstuma, que foi entregue à família. Médico, entomologista e escritor, Machado dedicou sua carreira à defesa do meio ambiente. Ele contribuiu para a divulgação da ciência, inclusive para crianças, e foi homenageado com seu nome em 56 espécies de animais. O professor morreu em abril deste ano, aos 85 anos. “Essa é uma forma de prestarmos nossa homenagem ao professor, que foi pioneiro na luta pelo meio ambiente e defensor de um relacionamento saudável com a natureza. Nosso compromisso é de manter aceso todo conhecimento que ele nos trouxe enquanto sociedade”, afirma Benicio.

anúncios

A ONG Zeladoria do Planeta é uma entidade ambientalista, fundada em 2001, com sede em Belo Horizonte. A instituição promove eventos, campanhas, cursos, projetos de capacitação e concursos de cunho ambiental, além de trabalhar na criação de centros de educação ambiental. Criado em 2004, o Prêmio Gestão Ambiental era realizado todos os anos, mas, posteriormente, passou a ser promovido bienalmente.

Written by Helio Paulo

Presidente da Amipão participa de live gratuita sobre contabilidade para a panificação, no dia 25 de agosto

SHOPPING DEL REY FUNCIONARÁ DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA E TERÁ ABERTURA DE RESTAURANTES