Zeladoria do Planeta anuncia vencedores da premiação que destaca ações socioambientais em Minas Gerais

Cerimônia ocorrerá em outubro, quando será anunciado o destaque do ano

A Associação Ambiental e Cultural Zeladoria do Planeta, que está completando 20 anos de atividades, divulgou os vencedores de mais uma edição do Prêmio Gestão Ambiental (PGA). A premiação, realizada desde 2004, reconhece iniciativas que se destacaram no desenvolvimento de projetos socioambientais em Minas Gerais. A cerimônia de premiação será em outubro, em um evento híbrido (presencial e virtual), quando será anunciado o destaque do ano.

Ao todo, uma equipe da associação selecionou 16 iniciativas, entre empresas, projetos e personalidades, que vão disputar o destaque do ano, concorrendo a um troféu especial. “Em razão da pandemia, este ano foi ainda mais desafiador para as organizações que cuidam do meio ambiente. É por isso que o reconhecimento do prêmio é tão especial”, afirma o presidente da ONG, Fernando Benicio. “A premiação mostra essencialmente que, com trabalho sério, consciência e união, as mudanças são possíveis. Nossa sociedade precisa de bons exemplos”, complementa.

Os vencedores deste ano são o livro “Anuências de Mata Atlântica em Minas Gerais”,  iniciativa do Sindiextra e do Ibama; Gilson Essenfelder, pelo trabalho no sítio Pindorama, em Governador Valadares; Centro de Monitoramento Integrado, iniciativa da Samarco, em Mariana; Programa de Educação Ambiental no Parque Estadual Mata do Limoeiro, realizado pelo distrito de Ipoema em Itabira; Sistema de Alerta Climático, iniciativa da Defesa Civil de Minas Gerais; Rede de Vizinhos Protegidos da Serra da Calçada e Parque Serra do Rola Moça, iniciativa da PMMG de Meio Ambiente de Minas Gerais; Programa “Diálogos com o Sisema”, iniciativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente; Projeto de diagnósticos ambientais, realizado pelo Instituto Prístino, no Vale do Rio do Peixe, no município de Rio Pardo; ecoagrícola, iniciativa de cultivo de cafés especiais da Serra do Cabral; Manoel Freitas, jornalista e um dos maiores fotógrafos da natureza do Norte de Minas; Samambaia Granitos, pela produção de blocos para construção civil aproveitando rejeitos sólidos; Evandro Mesquita (músico e ator), pelo apoio a campanhas ambientais; Saulo Laranjeira (músico, ator e apresentador), pelo apoio a campanhas ambientais; Carbon Zero (Carlos Alberto Tavares Ferreira), por neutralização de emissão de carbono; Programa de Fiscalização Preventiva nas Indústrias (FAPI), da Fiemg; e Projeto Biblioteca agroecológica da Ecoagri.

anúncios

A ONG Zeladoria do Planeta é uma entidade ambientalista, fundada em 2001, com sede em Belo Horizonte. A instituição promove eventos, campanhas, cursos, projetos de capacitação e concursos de cunho ambiental, além de trabalhar na criação de centros de educação ambiental.

Ação promocional do Minas Shopping tem sorteio de R$ 30 mil em vales-compras

Grupo Tora apoia movimento Maio Amarelo e intensifica campanha de segurança no trânsito