Você sabe a importância da segregação de resíduos?

Foto: Pixabay

A Segregação adequada dos resíduos é um assunto que ocasiona muita “dor de cabeça” para os donos de empresas e organizações que produzem quaisquer tipos de resíduos. Como fazer? Quais etapas são necessárias cumprir? Qual tipo de resíduo eu produzo? Como segregar corretamente? De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o tratamento de resíduos é composto por várias etapas, que são:

+6 presentes para sua mãe pelo Peixe Urbano

+Conheça o Digio: O cartão sem anuidade

Segregação: Consiste principalmente na separação dos resíduos no momento de sua formação e no local de sua geração. Esta etapa leva em consideração características físicas, químicas, biológicas e o seu estado físico e os riscos que o resíduo envolve.



Acondicionamento: É relacionado ao embalar dos resíduos, sejam em sacos, recipientes ou em estruturas adequadas que resistam às ações de rupturas.

Identificação: Este se refere ao conjunto de medidas que permite o reconhecimento dos resíduos contidos nos recipientes. Fornece informações sobre o manejo correto dos resíduos.

Transporte: Consiste no translado dos resíduos dos pontos de geração até o local destinado ao armazenamento temporário ou armazenamento externo, com a finalidade de apresentação para a coleta

anúncios

Ainda segundo a ANVISA, além dessas etapas, ainda compõe o gerenciamento correto: O armazenamento temporário, o tratamento, armazenamento externo, transportes externos, coleta e a disposição final.

Por que a segregação é tão importante?

Fazer um diagnóstico adequado é de suma importância para a segregação dos resíduos. A segregação e a etapa primária que vai definir toda a logística para o gerenciamento correto do resíduo. Esta etapa acontece a partir da separação correta dos resíduos de acordo com suas características químicas, físicas, radiológicas e biológicas. É necessário também, para fazer o procedimento adequado, levar em consideração os riscos de contaminação do resíduo tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana.

Para que esta seja feita de forma pertinente as normas, existe um Sistema de Gestão Ambiental (SGA), que uma vez implementada, otimiza os processos de segregação e de gerenciamento de resíduos.

Além disso, ainda há as empresas certificadas com o ISO 9001, que realizam a gestão de resíduos por meio de programas relacionados a todas as etapas que vão desde o gerenciamento até o descarte final do produto.



A certificação ISO 9001 que assegura que a organização está devidamente licenciada e de acordo com as leis ambientais.

A segregação de resíduo, seja ele qual for, deve ser pensada estrategicamente, a fim de elevar o nível de sustentabilidade. O sucesso está em conciliar alta produção e gestão ambiental, gerando, assim, o crescimento econômico sustentável.

Written by Redacao

.

“Vingadores” ganha novidade

“De Pernas Pro Ar 3” é filme em cartaz no CineMaterna no Minas Shopping deste mês