Verdemar apresenta sua quarta coleção de sacolas retornáveis em parceria com Ronaldo Fraga

Foto: Ignácio Costa

O Verdemar lançou, nesta terça-feira, sua quarta coleção de sacolas retornáveis, assinada pelo renomado estilista mineiro Ronaldo Fraga. O lançamento reforça a política sustentável da empresa, que, desde 2009, estimula o uso destas sacolas e, em 2011, erradicou a distribuição de sacolas plásticas descartáveis em suas lojas, graças ao engajamento da maior parte dos seus clientes, que entendeu o posicionamento e abraçou a causa. As sacolas já estão à venda em todas as lojas da rede.

Com a adoção desta política, o Verdemar deixa de distribuir, mensalmente, cerca de 2 milhões de sacolas descartáveis que, apesar de todo o dano que causam ao meio ambiente, hoje podem circular livremente pelas ruas da capital. Alheio a todas as polêmicas que envolvem o tema, tanto na capital mineira, quanto em diversas cidades e até mesmo estados do país, o Verdemar mantém sua postura e acredita na erradicação do uso das sacolas descartáveis.

Alexandre Poni, sócio e diretor comercial da empresa, comemora os resultados da ação. “Esta é uma bandeira do Verdemar e o mais gratificante é ver que nossos clientes também valorizam a prática. As sacolas retornáveis são úteis em diversos momentos do dia a dia, não se limitando às compras de supermercado. Pelo seu baixo custo, comparado à utilidade das sacolas, esta é uma mudança de hábito viável. Nossa missão é promover a conscientização de toda a população para a importância de preservar o meio ambiente.”

Toda a empresa é engajada na causa sustentável. Antonio Celso Azevedo Oliveira, superintendente comercial e de marketing, tem a inovação e o pioneirismo marcantes em sua gestão e estimula, constantemente, sua equipe a buscar produtos e processos que vão ao encontro da essência da empresa.

anúncios

“O mercado enfrenta mudanças rápidas e disruptivas. Entendemos que a erradicação do uso das sacolas descartáveis para embalar as compras, embora na contramão do que se pratica no nosso segmento, contribui para a construção de uma marca forte na medida em que promove uma nova reflexão e atitude. Nossa sacola, ainda, levou a marca Verdemar com a bandeira da sustentabilidade para todo o Brasil e o mundo.”

Dados alarmantes ressaltam a necessidade de ações imediatas. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente e Agência Senado, somente no Brasil, cerca de 1,5 milhão de sacolinhas são distribuídas por hora. Nos supermercados, 1 bilhão de sacolas são distribuídas por mês. Cada sacola plástica leva 500 anos para se deteriorar no meio ambiente. De todo o lixo plástico produzido no nosso país, 56% é formado por embalagens que foram usados apenas uma vez.

“Sabemos que ainda há muito a ser feito. Estamos, constantemente, pensando em inovações e melhorias em todas as áreas e processos da empresa. Sempre avaliamos, por exemplo, novas embalagens que possam ser viáveis economicamente. É essencial que os recursos sejam preservados e essa viabilidade é o grande dificultador. Acreditamos que nossa pequena atitude já faz uma grande diferença”, finaliza Hallison Moreira, sócio e diretor administrativo e RH.

Nova coleção

O tema escolhido para a nova edição de sacolas retornáveis do Verdemar foi, novamente, os ícones arquitetônicos e pontos turísticos de Belo Horizonte, como explica Ronaldo Fraga. “A coleção fala de lugares nos quais a cidade é lembrada. Optei por fazer um cartão postal que mistura os croquis com fotos de época, uma forma de chamar a atenção para a atemporalidade destes lugares em Belo Horizonte.

Por exemplo, a Praça da Estação, que é uma construção tombada pelo patrimônio histórico do início do século passado, mas continua sendo palco de manifestações e shows da contemporaneidade.” Os outros locais escolhidos por Fraga para estampar as sacolas são a Praça da Liberdade, a Igrejinha e o Museu de Arte da Pampulha.

O estilista ressalta, ainda, que as sacolas retornáveis cumprem mais do que sua função. “Atualmente, muito mais do que sua função original, as coisas têm que se comunicar e estimular um novo olhar e um novo sentimento em relação ao nosso tempo. É o caso das sacolas retornáveis do Verdemar, uma parceria que já dura uma década, um projeto de sucesso que foi pensado para resolver a questão da sustentabilidade, mas que se tornou um objeto de valorização da cultura local e uma lembrança de Belo Horizonte.”

Sustentabilidade

anúncios

O Verdemar se destaca pelas ações inovadoras implementadas para a promoção da sustentabilidade ambiental, valor que norteia as decisões dos sócios e gestores da empresa, há muitos anos. Além da erradicação do uso de sacolas descartáveis, diversas práticas são realizadas, diariamente, mantendo o modelo de gestão alicerçado na sustentabilidade, considerando os aspectos social, energético, econômico e ambiental.

O primeiro passo foi criar uma política de separação e destinação de todo seu lixo. A indústria, as produções de padaria, as pizzarias e os refeitórios de todas as lojas fazem a coleta seletiva e destinam corretamente os seus resíduos.

A partir de 2007, o Verdemar convidou os seus clientes a participarem dessa política e implantou, em parte de suas lojas, pontos de coleta seletiva para dispensa dos resíduos recicláveis do lixo doméstico, entre óleo de cozinha, pilhas (pioneirismo no recolhimento deste material que é altamente contaminante, inclusive com custo elevado de coleta por empresa especializada), embalagem cartonada, vidro, metal, papel e plástico. Semanalmente, são destinadas cerca de dez toneladas de resíduos para Associações de Catadores parceiras. O Verdemar custeia, ainda, o transporte dos resíduos coletados até as cooperativas.

Além dos pontos de coleta seletiva, o Verdemar dispõe, em cada check out, a chamada Caixa Ecológica, exclusiva para que clientes depositem embalagens de plástico ou de papel que julguem desnecessário levar para casa, transportando apenas os produtos que lhe interessam.

anúncios

Em abril de 2010, o Verdemar inaugurou, no Jardim Canadá, sua primeira loja toda planejada, projetada e construída dentro dos princípios básicos da sustentabilidade econômica, energética e ambiental. Dentre as inovações, estão o sistema de refrigeração a base de CO², que utiliza o dióxido de carbono como fluido no sistema de refrigeração, reduzindo a emissão de poluentes a zero.

A loja também conta com sistema de coleta de água da chuva e uma Estação de Tratamento de Água (ETA), para reciclar 80% do líquido usado no abastecimento da loja em banheiros, limpeza de áreas externas e manutenção de jardins. Os banheiros são equipados com torneiras de pressão nas pias e válvulas de descargas com um acionamento para resíduo líquido e outro para sólido.

O estacionamento e os passeios da loja têm um piso intertravado resistente e ecológico, feito a partir de rejeitos de mineração sedimentados nos cursos d’água e em barragens de rejeitos. A pintura da loja foi feita à base de minério de ferro, extraído das próprias escavações da obra de construção da loja. O minério foi torrado, peneirado e misturado a uma base adesiva.

O jardim externo da loja é resultado de uma parceria com o Parque Estadual Ecológico do Rola Moça e IEF, que reproduz a vegetação do entorno, constituído por espécies de campo rupestre ferruginoso, tornando-se mais um local de preservação. Foram replantados exemplares de extrema importância biológica, alguns, inclusive, ameaçados de extinção.

A coleta seletiva da loja sustentável recebe resíduos eletroeletrônicos (computadores e equipamentos periféricos de informática), fruto de parceria com a Prefeitura Municipal de Nova Lima, que recolhe os equipamentos de informática coletados, os recupera e doa para aproveitamento nos Centros de Inclusão Digital de jovens da comunidade.

Written by Redacao

.

Power Shopping Centerminas presenteia pais com camisa do time do coração e ingressos para jogos

Licença paternidade no Brasil está muito aquém de outros países do mundo