UniBH reconhece trabalho do Grupo de Resgate Animal, em cerimônia especial

Integrantes ativos e os que já atuaram no Grupo foram condecorados com a medalha “Honra ao Mérito”

Um trabalho relevante, que já percorreu diversas regiões do país e segue fazendo a diferença para animais vítimas de ocorrências ambientais e naturais de toda a sorte, marca a operação do Grupo de Resgate Animal do UniBH. Como forma de agradecer e distinguir essa atuação, o Centro Universitário condecorou os integrantes com a entrega da medalha de Honra ao Mérito, em cerimônia no Campus Buritis. O evento contou com a presença de professores, alunos e familiares, além de entidades e autoridades.

Breno Mourão, coordenador do curso de Medicina Veterinária do UniBH, destaca que os integrantes abrem mão da vivência com a família e com seus respectivos ciclos sociais, para se dedicar à salvaguarda dos animais. “O valor social desse trabalho é imensurável. Décadas após décadas acompanhamos ciclos diversos de fenômenos climáticos, e os animais – tanto silvestres quanto domésticos – sofrem com esse panorama, seja chuva, enchentes ou fogo. Ter preparo, confiança e expertise em preservar a vida animal é um atributo a mais para todo médico veterinário. E contar com um Grupo desse porte, no UniBH, eleva a instituição e, por consequência, o curso de Medicina Veterinária, a um patamar diferenciado. É um trabalho sem precedentes dentro de um Centro Universitário.”

anúncios

Fotos: Divulgação Imprensa

 

Todos os estudantes do Grupo de Resgate Animal do UniBH, sob mentoria do professor Aldair Woyames, foram condecorados na cerimônia. Autoridades de municípios onde o Grupo atuou, além da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais – Anclivepa Minas, juntamente com o UniBH, ofereceram o reconhecimento aos integrantes.

De projeto universitário a uma estrutura de referência nacional

Aldair Woyames, professor de Medicina Veterinária do UniBH e coordenador do Grupo de Resgate Animal do Centro Universitário, destaca que o Grupo se transformou em referência de socorro e salvamento de animais. “O reconhecimento é mais uma prova da força que esse projeto de extensão tem. Ele vai além de ser um objeto extensionista da graduação. Hoje, o Grupo de Resgate Animal tem respaldo junto às autoridades de diversos municípios brasileiros, como uma atividade necessária, sobretudo, na capital mineira.”

anúncios

De acordo com Aldair, a Medicina Veterinária não tinha, até cerca de três anos atrás, desenvolvido o socorrismo e o resgate animal como uma área de reconhecimento profissional. “Essa parte de atuação era vista como um serviço feito por outros profissionais. O UniBH foi pioneiro em distinguir esse trabalho como essencial para a defesa animal e para as políticas públicas de saúde animal”, ratifica.

Por Redacao

.

Covid-19, vacina e gravidez: dois anos após pandemia, pesquisas mostram que imunizante protege bebês e mulheres

Mineirão divulga agenda de eventos para 2022