Trânsito pela trincheira do Bernardo Monteiro, em Betim, é liberado para veículos e pedestres

Intervenção, executada pela construtora PHV Engenharia, faz parte do complexo viário que vai interligar a  Via Expressa e BR-381, proporcionando mais fluidez ao tráfego de veículos

O trânsito pela trincheira do Bernardo Monteiro, no cruzamento da Via Expressa com a rodovia Fernão Dias (BR-381) —na altura da Refinaria Gabriel Passos (Regap)— foi liberado, nesta sexta-feira (26), para tráfego de veículos e a passagem de pedestres no sentido Betim/Belo Horizonte. O novo acesso facilitará o deslocamento entre Belo Horizonte, Betim e Contagem, e deve desafogar o trânsito na região. As obras, que estão sendo executadas pela PHV Engenharia, integram o complexo viário Via das Indústrias, que vai interligar a Via Expressa à BR-381.

Segundo o diretor técnico da construtora, Marcos Paulo Alves, a trincheira vai proporcionar mais fluidez ao tráfego e melhorar as condições de mobilidade urbana. “O projeto possibilita manobras de retorno e transposição da via, facilitando o acesso tanto para quem está indo para Betim ou voltando da cidade para Belo Horizonte”, explica. No início do ano, foi liberada a pista sentido Belo Horizonte. “Todo o trecho foi feito com pavimento de concreto, que tem uma qualidade melhor e é mais durável”, complementa.

Os trabalhos também incluem a construção de um viaduto, que vai transpor a linha férrea e interligar com a região do bairro Capelinha, em Betim. “Nós já executamos a pavimentação até o primeiro ponto de intervenção com a linha férrea”, afirma o diretor técnico da PHV. Com a conclusão das obras, muitos bairros e vilas serão direta e indiretamente beneficiados, uma vez que circulam cerca 36.400 automóveis por dia neste trajeto, segundo dados da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon).

A Via das Indústrias terá cerca de 25 km de via e está sendo viabilizada por meio de investimentos da iniciativa privada e convênios que envolvem as prefeituras de Betim e Contagem. “A iniciativa nasceu de um consórcio entre a PHV e outros proprietários de terreno na região para também viabilizar a construção de empreendimentos residenciais, comerciais e beneficiar a logística neste triângulo metropolitano. É um investimento na região para possibilitar fácil acesso, melhorando o trânsito e o fluxo de veículos”, destaca.

anúncios

Na avaliação de Alves, as obras reforçam a localização privilegiada da região em relação à logística do estado e, também, do cenário nacional. “Temos a centralidade da indústria mineira em um tripé do qual fazem parte a capital, Contagem e Betim; esse é um diferencial que não tem como comparar com outras regiões. Além disso, Betim abriga grandes empresas e movimenta a indústria em Minas Gerais”, declara.

Presidente da Câmara de Comércio Exterior e Indústria de Portugal participa de encontro com ADCE Brasil

Festival Tradições celebra a riqueza e a diversidade da cultura mineira! Programação online terá música, poesia e apresentação de vídeos com atrativos turísticos e culturais