Terminais alfandegados de Minas Gerais promovem evento para debater perspectivas para o comércio exterior

Live, no dia 10 de fevereiro, vai reunir personalidades dos setores público e privado; evento é promovido pelas empresas Tora Recintos Alfandegados, Porto Seco Sul de Minas e Porto Seco do Triângulo

Para debater as perspectivas para o comércio exterior neste ano no Brasil e no mercado externo, os terminais alfandegados Tora Recintos Alfandegados (Betim), Porto Seco Sul de Minas (Varginha) e Porto Seco do Triângulo (Uberaba) vão realizar, no dia 10 de fevereiro, um evento virtual. A live, que será realizada das 10h às 12h30 de forma gratuita, reunirá profissionais renomados dos setores público e privado que têm relação direta com a área. O encontro on-line é direcionado a importadores e exportadores, especialmente para a atração de empresas para Minas Gerais. As inscrições devem ser feitas, até o dia 10 de fevereiro, às 10h, por meio do link http://bit.ly/eventovempraminas2021

A abertura e a mediação do evento serão realizadas pelo presidente da Associação Brasileira de Estudos Aduaneiros (Abead) e sócio-fundador da HLL Advogados, Fernando Pieri Leonardo. O primeiro painel trará um panorama da Receita Federal para o comércio exterior no país, com a participação do auditor fiscal da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), Jackson Aluir Corbari, que, atualmente, ocupa o cargo de coordenador geral de Administração Aduaneira e é subsecretário de Administração Aduaneira (substituto).

O segundo painel abordará as perspectivas para o comércio exterior em Minas Gerais e terá como debatedores o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, o diretor da Agência de Promoção de Investimentos e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), João Paulo Braga, e o secretário de Estado Adjunto de Fazenda de Minas Gerais, também auditor federal de Finanças e controller, Luiz Claudio Fernandes Lourenço Gomes. Por fim, o economista e ex-presidente do Banco Central do Brasil, Gustavo Franco, apresentará o tema economia, numa visão panorâmica, levando em consideração o mercado brasileiro e o comércio exterior em 2021.

anúncios

Na avaliação de Fernando Pieri, o evento reunirá uma série de profissionais conceituados no mercado para apresentarem suas visões para este ano em relação ao comércio exterior. “Teremos acesso às observações de pessoas muito qualificadas sobre o cenário que estamos enfrentando, de forma muito bem estruturada, em níveis local, nacional e até global”, destaca.

Com a campanha #VempraMinas, um dos objetivos da live é apresentar os benefícios de importar ou exportar por Minas Gerais, considerado “estado logístico” em função da posição geográfica favorável e das questões tributárias. Entre as vantagens, Fernando Pieri cita o Tratamento Tributário Setorial (TTS)/Corredor de Importação, que consiste em uma modalidade de Regime Especial de Tributação (RET). O benefício diz respeito à aplicação do ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) diferido nas operações de vendas que envolvem mercadorias importadas.

“Nosso objetivo macro é apresentar e divulgar as vantagens, incentivos e atrativos de Minas Gerais para o comércio exterior. Muitas empresas já têm escolhido o estado para fazer investimentos; a legislação e os acessos logísticos possibilitam uma operação mais eficiente e uma margem de lucro maior nos negócios. É importante destacar, ainda, que o governo de Minas está aberto a novos investidores e tem interesse em atrair mais negócios para o estado, com eficiência e transparência”, declara o presidente da Abead.

Projeto de agrofloresta é implantado em Brumadinho (MG) e beneficia pessoas da comunidade local

Pacote Nova York – R$ 2999 em 2022 (Passagem Aérea + Hospedagem)