SÉRGIO PERERÊ LANÇA JURADINHO

O clipe e a música, em parceria com uma criança, é um pedido de cura, inocência e leveza para um começo de ano difícil

Na próxima sexta-feira, dia 8 de janeiro, o cantor, compositor e multiinstrumentista Sérgio Pererê irá apresentar ao público Juradinho, single de seu novo disco – Canções de Outono – que será lançado em meados de 2021. A música será apresentada em um clipe disponibilizado nas redes sociais e no YouTube do artista (youtube.com/sergioperere).

Juradinho surgiu de um poema escrito por Maria Tereza Valadares, filha de um amigo de Pererê. Ela, hoje com onze anos, escreveu a letra aos nove e mandou para o artista. “Existem algumas canções que considero especiais porque parecem ter vindo de algum lugar mágico e utilizam o compositor como um veículo para chegar aos corações. Falo dessas canções que brotam sem esforço e sem pretensão. Juradinho é uma delas e ainda tem um detalhe muito especial que é o fato de ser fruto da parceria com uma criança. A Tetê me mandou o poema e em cinco minutos já tínhamos a música!”, diz o artista.

CANÇÕES DE OUTONO

anúncios

O disco Canções de Outono, da qual a música faz parte, será o sexto álbum que Sérgio Pererê lançará durante a pandemia e o nono disco solo da carreira do cantor. Quando o mundo se recolheu em casa no início de 2020, em uma quarentena que atingiu quase todos os países do mundo, os artistas também tiveram que se recolher. Vivos muitas vezes através do contato com o público, o momento foi de extrema exceção. Já que não podia sair para fora de casa, encontrar pessoas, estipular a troca tão importante, Sérgio Pererê empreendeu outra viagem, para dentro de si, para o humano em toda a sua simplicidade e complexidade.

Daí surgiu Canções do Outono, disco que perpassa territórios não antes explorados diretamente em seu repertório, mas que estavam, de uma forma ou de outra, presentes. Aqui se tem o evidenciamento dessas perspectivas e sentimentos: a saudade, a solidão, o abandono, o desejo e o amor. Sentimentos muitas vezes não diretamente expostos, tampouco com convites para a visitação do público, o disco empreende uma visão universal e simples, pessoal e complexa.

O álbum leva esse nome porque a quarentena no Brasil começou junto com o outono, em que uma brisa diferente pairava no ar, mais frio e seco, em que as folhas das árvores começam a mudar de cor e cair, que apontam tanto a mudança que a quarentena impõe, quanto diz muito sobre nosso próprio recolhimento, nosso isolamento, a saudade dos encontros, mas a persistência do amor e do desejo.

FICHA TÉCNICA JURADINHO

Letra: Maria Tereza Valadares

Música: Sérgio Pererê

Concepção e Produção: Napele Produções Artísticas

Direção de Arte: Átila Meireles

anúncios

Design e Ilustração: Theresa Morais e Larissa Kamei (Oeste)

Imagens e Edição: Pablo Bernardo

Animação: Paulo Oliveira (Reino)

Áudio: André Cabelo (Estúdio Engenho)

anúncios

LETRA:

jura juradinho, amor

jura enquanto pode, amor

jura que me ama feito ator

que juro que te amo

enquanto for

juro com dedinho, amor

juro sem qualquer pudor

mas jura que confia, por favor

que juro que te amo

enquanto for

nosso caminho está cheio de flor

que o próprio amor seja o guiador

mas se acabar não fique triste, amor

a nossa amizade é o que tem mais valor

Por Redacao

.

“NA SALA COM CLARICE”, PEÇA LITERÁRIA DE ODILON ESTEVES EM HOMENAGEM AO CENTENÁRIO DE CLARICE LISPECTOR, RETOMA SUA PROGRAMAÇÃO NO PRÓXIMO DIA 09

Fecomércio MG critica novo fechamento das atividades em BH