‘Secult no Município’ conclui agendas no Sul de Minas com apresentações do Descentra Cultura e do Reviva Turismo em Poços de Caldas

Secretário Leônidas Oliveira encontrou-se, neste sábado (18/9), com prefeitos e secretários de Cultura e Turismo em Poços de Caldas; Agenda de eventos envolveu também as cidades de Cambuquira, Caxambu e Monte Verde

Na cidade de Poços de Caldas, neste sábado (18/9), reuniões executivas com prefeitos, secretários de Cultura e Turismo do Sul de Minas, com trabalhadores e trabalhadoras da Cultura, com o trade turístico da região e representantes do Circuito Turístico Caminhos Gerais marcaram o último dia da agenda intensa no Sul do estado com o projeto “Secult no Município”. Na programação, foram apresentados os programas Reviva Turismo e Descentra Cultura, criados e desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult).

 

O secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, ao lado de sua equipe, destacou as principais ações da Secult para o crescimento das atividades turísticas em todo o estado, além de abordar as estratégias de municipalização de recursos da cultura, para ampliar a capilaridade dos incentivos, alcançando todo o território mineiro.

anúncios

 

“Para nós, do Sistema Estadual de Cultura e Turismo, este é o momento de conhecer de perto e estar próximo das pessoas e da realidade local. No turismo, quando vamos construir e promover um projeto estratégico de marketing, se a equipe está imersa no destino, muito melhor fica a promoção. E na cultura, quando estamos próximos dos artistas, conhecendo as tradições, as festas locais, isso enriquece muito a elaboração das políticas públicas para as áreas, para maior acerto delas junto às comunidades. O ‘Secult no Município’ também não deixa de ser o momento de nos reencontrarmos com nossas raízes e reforçar nossa vontade de trabalhar”, comentou Leônidas Oliveira.

 

Reviva Turismo

Para Leônidas Oliveira, o interior de Minas Gerais “é a bola da vez”. “A nossa campanha Minas para Minas mostrou isso, uma redescoberta dos mineiros dentro do próprio estado de Minas Gerais. E a fase Minas para o Brasil, que iniciamos há dois meses, é sucesso absoluto com a atração de turistas de todo o país, tanto é que estamos crescendo hoje, segundo dados do IBGE, 10% acima da média nacional no volume de atividades turísticas. Com o Reviva Turismo, tínhamos a meta de estar entre os três principais destinos do país e, apenas em dois meses, conseguimos chegar em primeiro lugar, batendo todas as praias e outros destinos conhecidos”, destacou o secretário.

 

Na agenda do Sul de Minas, inclusive, foram anunciados mais R$ 25 milhões em investimentos do Reviva Turismo, em diferentes ações estratégicas, para gerar 100 mil empregos no setor do Turismo até 2022. O montante será destinado à elaboração de edital de promoção e marketing, que deverá disponibilizar R$ 10 milhões a 60 projetos em apoio à comercialização e à promoção de destinos e produtos turísticos mineiros; além de outros R$ 5 milhões a projetos ligados à competitividade no mercado de turismo, com iniciativas ligadas à comercialização, ao destino inteligente, diagnósticos e planos de marketing e apoio à participação em feiras e eventos do trade, entre outras.

 

anúncios

O Reviva Turismo se baseia em quatro eixos: biossegurança, estruturação, capacitação e marketing do destino Minas Gerais, e foi desenhado de acordo com as múltiplas potencialidades turísticas do estado – paisagens naturais e urbanas exuberantes; a singular cozinha mineira; concentração de patrimônios históricos, culturais e da humanidade; complexo de águas e estâncias hidrominerais e toda a mineiridade representada pelo povo acolhedor. A estruturação do programa se deu em consonância com o plano Minas Consciente e com as tendências mundiais para o Turismo no atual cenário, que envolvem a busca por atividades ao ar livre e turismo de natureza, de aventura, rural, cultural e de experiências.

 

Descentra Cultura

Já no setor cultural, os esforços da Secult concentram-se no Plano Descentra Cultura Minas Gerais, cujo objetivo é democratizar o acesso aos bens e serviços da cadeia produtiva da cultura, com 30 projetos voltados a todo o estado.

anúncios

 

O principal ponto é o Projeto de Lei (PL 2.976/2021), que propõe mudanças estruturais na Lei Lei Nº 22.944/2018, que institui o Sistema Estadual de Cultura, o Sistema de Financiamento à Cultura e a Política Estadual Cultura Viva. “O Descentra Cultura tem um olhar descentralizador no que diz respeito aos mecanismos de financiamento à cultura em Minas Gerais. Nossa proposta é tornar o acesso a esses instrumentos cada vez mais democrático e possibilitar que as políticas públicas para o fomento cultural se estendam a todo o território mineiro, diminuindo as contrapartidas e pontuando projetos no interior do estado, além de diminuir as imensas diferenças que concentram 95% dos recursos na região metropolitana de BH, para atendimento mais justo e igualitário aos 853 municípios de Minas Gerais”, enfatizou Leônidas Oliveira.

 

Entre as outras ações previstas no Plano Descentra Cultura Minas Gerais estão a formação e capacitação em projetos culturais ofertados aos municípios; a implantação de um observatório para gerar indicadores, priorizando o monitoramento do emprego e renda na Cultura e seus consequentes impactos no PIB mineiro; o estímulo à estruturação dos sistemas de cultura dos municípios; e a proposição de marcos legais para integrar o estado, especialmente quanto à revisão de leis e normativas de fomento, garantindo mais possibilidades de trabalho aos profissionais da cultura.

 

Agenda em Poços de Caldas

Também participaram de toda a pauta na cidade o secretário adjunto de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Bernardo Silviano Brandão, a subsecretária de Turismo, Milena Pedrosa, o presidente da Empresa Mineira de Comunicação, Sérgio Rodrigo Reis, o superintendente de Fomento Cultural, Economia Criativa e Gastronomia da Secult, Igor Arci, e o deputado estadual Mauro Tramonte. Como representantes do município, estiveram presentes o prefeito, Sérgio Azevedo; o vice-prefeito, Júlio César de Freitas; o secretário municipal de Turismo, Ricardo Oliveira; e o secretário municipal de Cultura, Gustavo Dutra.

 

“A Secult traz mais boas notícias para Poços de Caldas, vindo aonde o povo está. Primeiro foi a inauguração do Programa Gerais+Minas em nossa cidade, com esta ação fundamental para a visibilidade das localidades e destinos de Minas promovida pela Empresa Mineira de Comunicação. Essa união e o trabalho coletivo é que farão as coisas acontecerem, é um momento muito favorável tanto para a cultura como para o turismo em nosso estado”, afirmou o prefeito Sérgio Azevedo.

 

O deputado estadual Mauro Tramonte, que é natural de Poços de Caldas, falou sobre a atuação da Comissão Extraordinária de Turismo e Gastronomia da ALMG e da importância da atividade turística. “Defendemos que esta Comissão se torne permanente. A boa relação que a Assembleia Legislativa de Minas Gerais tem com a Secult só tem trazido bons frutos e com as ações coletivas conseguimos oferecer condições e segurança para que mais pessoas visitem e conheçam Minas Gerais”.

 

Pautas diversificadas

Nesta semana, no Sul de Minas, a Secult esteve ainda em outros três municípios. Na terça-feira (14/9), em Cambuquira, houve o repasse de recursos a dois conjuntos musicais da cidade: o Coral Cambuquira e a Banda de Música Doze de Maio. Os grupos foram contemplados com R$ 10 mil cada, via programa ICMS Patrimônio Cultural, iniciativa do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) de incentivo à preservação do patrimônio cultural do Estado.

 

Na quarta-feira (15/9), em Caxambu, foi anunciado o investimento de mais R$ 25 milhões do Programa Reviva Turismo para ações em todo o estado. Em Monte Verde, na sexta-feira (17/09), foi dado o pontapé inicial para a implantação da Rede Integrada de Proteção ao Turismo.

 

As agendas da Secult no Sul de minas podem ser conferidas no canal do Youtube da Secretaria: https://www.youtube.com/c/SecretariadeCulturaeTurismodeMinasGerais/featured

Por Redacao

.

Secult anuncia mais R$ 25 milhões em recursos para o Programa Reviva Turismo

Atenção: termina hoje o prazo do edital da Cemig para seleção de projetos para o Natal Cultural de Minas Gerais