Sebrae Minas e Mercado Livre vão conectar pequenos negócios mineiros ao mercado virtual

Sete em cada 10 pequenos negócios mineiros vendem por aplicativos, redes sociais, sites e outros canais via internet. Porém, em 42% desses empreendimentos, o faturamento com as vendas on-line corresponde a menos de 25% da receita mensal do negócio, de acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), entre maio e junho deste ano. Diante deste cenário, o Sebrae Minas e o Mercado Livre firmaram uma parceria para preparar e conectar os pequenos negócios mineiros ao mercado digital.

Podem participar desta iniciativa Microempreendedores Individuais (MEI) e Micro e Pequenas Empresas (MPE) com atuação em Minas Gerais. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.sejoganoonline.com.br.

Ao se cadastrar, os interessados terão acesso a uma trilha de aprendizado com conteúdos direcionados para momentos distintos das empresas: “Por que vender no on-line”, “Como vender”, “Pratique suas vendas” e “Escale suas vendas”. “Nosso objetivo é inserir os pequenos negócios no ambiente on-line e fazer com que eles potencializem suas vendas, se tornando mais competitivos em um mercado tão diverso e concorrido”, explica a gerente da Unidade de Indústria, Comércio e Serviços do Sebrae Minas, Márcia Valéria Cota Machado.

anúncios

A cada etapa dessa jornada serão oferecidos vídeos, webinars e artigos sobre marketplace, estratégias de precificação e organização de estoque e das finanças, cálculo de margem de lucro, atendimento ao cliente, reputação digital, logística, tributação, crédito, meios de pagamento, gestão de indicadores, dentre outros.

Os donos de pequenos negócios terão ainda acesso a informações sobre o Mercado Ads, serviço de anúncios do Mercado Livre usada para aumentar a visibilidade da loja e dos produtos na plataforma.

“Com a pandemia, estar no mercado on-line virou uma necessidade para qualquer negócio. Esta iniciativa é uma grande oportunidade para os pequenos negócios mineiros terem mais um canal de venda para decolarem no ambiente digital e, ainda, terem o suporte de uma empresa com marca já estabelecida, como é o caso do Mercado Livre”, justifica a gerente do Sebrae Minas.

Os participantes também receberão oito consultorias gratuitas sobre como potencializar as vendas on-line no marketplace do Mercado Livre. Eles poderão ainda abrir a sua primeira loja na plataforma virtual Mercado Shops e colocar em prática os conhecimentos aprendidos, além de terem a taxa de administração reduzida de 5,5% para 2,75%* sobre as vendas efetivadas. (*Benefício válido para novos vendedores do Mercado Shops)

“Em linha com o nosso propósito de democratizar o comércio na região, iremos disponibilizar conhecimento e ferramentas práticas importantes para a superação de alguns dos desafios de comercialização, inclusão digital e sustentabilidade financeira enfrentados pelos empreendedores mineiros”, explica Cesar Hiraoka, diretor de Marketplace do Mercado Livre no Brasil.

A parceria entre Sebrae Minas e Mercado Livre poderá ser estendida em 2022 e a meta é beneficiar o maior número de pequenos negócios de norte a sul de Minas Gerais. A iniciativa faz parte das ações do Programa Varejo Mais, criado pelo Sebrae Minas para ajudar donos de pequenos negócios a gerenciarem suas empresas, por meio de soluções que aumentem suas rentabilidades e melhorem o posicionamento no mercado.

Para saber mais sobre essa iniciativa acesse: www.sejoganoonline.com.br

Por Redacao

.

“O Bartender Brasileiro, uma visão Criativa”

Pacote Santiago + Vale Nevado – Alta Temporada 2022 por apenas 1299 reais com Aéreo + Hospedagem + Passeio