Rotativo de BH será digital – Saiba como funciona a transição

Foto: Divulgação

Após décadas, Belo Horizonte abandonará o uso de talões de papel para monitorar o estacionamento em vagas rotativas pela cidade e passará a controlar este processo via um aplicativo digital chamado Meu Rotativo.

Em breve, não serão mais aceitos e/ou comercializados os antigos talões e a troca do analógico pelo digital se tornará permanente. O tempo de estacionamento continua o mesmo podendo variar entre 60 e 720 minutos, de acordo com a vaga e o valor também permanece inalterado.

+Parque Patati Patatá Circo Show chega ao Minas Shopping

anúncios

+Hotel Transilvânia 3 anima férias escolares com parque gratuito em BH

Para utilizar o sistema, o cidadão precisa baixar o aplicativo em seus smartphones de tecnologias Android e IOS (IPhone) e fazer um cadastro com seus dados, inserindo informações como nome completo, CPF, e-mail e número do cartão de crédito.



No momento que for estacionar, será pedida a placa do veículo e o tempo de duração e assim que os dados forem inseridos, já estará em funcionamento. As formas de pagamento são via cartão de crédito ou boleto, que é enviado para o e-mail cadastrado pelo usuário.

A fiscalização continuará a ser feita pela BHTrans, mas de forma otimizada com a introdução desta tecnologia. Antes, os agentes checavam a presença dos talões e os dados informados pelo motorista. Agora, tudo vai ser feito por um equipamento digital, que, a partir da placa, vai informar se o veículo está regular. Com isso, deve garantir o efetivo rodízio de vagas.

Por Redacao

.

McDonald’s entra em aplicativos de comida em BH

Festa “Transa!” acontece no Bud Basement em BH