PwC reafirma compromisso em nível global com defesa do meio ambiente e promove o evento on-line Green Talks

Empresa trabalha para zerar, até 2030, emissões de gases que intensificam o efeito estufa; transição das fontes de energia consumida vai ocorrer no próximo ano fiscal e permitirá que 100% do consumo seja a partir do investimento em fontes renováveis

Em meio às mudanças e transições no mundo dos negócios, aceleradas pela pandemia, a PwC lança um compromisso global visando a preservação do meio ambiente e promove, no dia 1º de junho, às 16h, o Green Talks “Dia Internacional do Meio Ambiente”. O evento on-line terá a participação de Leandro Ardito, líder de NetZero da PwC Brasil, Maurício Colombari, líder de ESG da PwC Brasil, Dominic Schmal, gerente executivo de Sustentabilidade na EDP e coordenador da Plataforma Ação pelo Clima do Pacto Global, e Amanda da Cruz Costa, ativista pelo meio ambiente, embaixadora jovem da ONU e fundadora da Perifa Sustentável –projeto de mobilização de jovens nas regiões periféricas. A participação é gratuita: https://www.pwc.com.br/pt/webcasts.html.

No ano fiscal 2018, foram estabelecidos três compromissos globais para redução do impacto ambiental nos territórios estratégicos do network da PwC: redução do impacto absoluto em carbono, compensação de 100% das emissões de viagens aéreas, utilização de 100% de energia elétrica de fontes renováveis e compensação do residual até o ano fiscal 2022.

Foto: Piti-Reali

A PwC Brasil também investe no projeto de redução de emissões provenientes de desmatamento e degradação do Acre (o REDD+), que foca na Conservação da Floresta Amazônica, fortalecendo as ações de proteção, conservação e produção sustentável. “Toda a sociedade – empresas, população, organizações, indivíduos – precisa evoluir rapidamente para enfrentar os desafios significativos que nosso planeta enfrenta. Reduzir o efeito estufa e impedir uma catástrofe climática ainda é possível e está ao nosso alcance. Isso exigirá inovação, trabalho árduo e colaboração. Dessa forma, os benefícios serão imensos. Não só para nós como para as gerações futuras. Moldar um mundo sustentável é o nosso compromisso”, afirma Leandro Ardito, sócio e líder de Net Zero da PwC Brasil.

anúncios

Durante o ano fiscal 2019, a PwC Brasil realizou o reporte anual das emissões de gases de efeito estufa (4.916,9 toneladas de CO2 emitidas), bem como a compensação do CO2 emitido com viagens aéreas. A firma também celebrou os cinco anos do estabelecimento do Sistema de Gestão Ambiental da PwC Brasil , o que permitiu a redução do uso de recursos naturais.

Mais do que nunca, a preocupação com o planeta se tornou um dos temas mais urgentes no mundo e é parte do propósito da PwC de construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Em setembro de 2020, a PwC assumiu o compromisso estratégico Net Zero 2030, indo além da simples gestão e compensação de emissões de gases de efeito estufa.

“A PwC assumiu um compromisso mundial, com base em metas científicas, para zerar as emissões de gases que intensificam o efeito estufa até 2030. Nosso compromisso inclui, além das nossas próprias operações, apoiar também nossos clientes e fornecedores a reduzir suas emissões de carbono. Além disso, estamos passando por outras modificações, transformando, por exemplo, nosso modelo de negócios em serviços cada vez mais digitais para reduzir nosso maior fator de emissão, que são viagens de negócios, de forma a descarbonizar toda a nossa cadeia de valor. Esse tipo de compromisso precisa do envolvimento de todos”, diz Ardito.

Em meio às ações, a PwC Brasil também vem intensificando iniciativas e participações em campanhas de preservação (como a Hora do Planeta e o Dia Mundial da Água). “Já iniciamos a transição das fontes de energia consumida neste ano. A mudança permite que 100% do abastecimento seja realizado a partir do investimento em fontes renováveis, com a obtenção dos certificados I-REC”, diz Ardito.

No ano fiscal 2020, as empresas que compõem o network da PwC prestaram serviços a 84% das empresas da Global Fortune 500 e a mais de 100 mil empresas privadas e empreendedoras –uma posição que permite à firma desempenhar um papel integral na condução da transição para uma economia de baixo carbono em todo o mundo. A PwC também continuou focada no monitoramento e reporte dos gases de efeito estufa, compensando a quantidade de CO2 emitida com viagens aéreas.

Banco Mercantil do Brasil apresenta relatório de sustentabilidade de 2020

Em Araxá, presidente da AMM defende pagamento da dívida da saúde aos municípios mineiros