Programa Caminhos da Arte impacta a vida de cidadãos de Brumadinho (MG) por meio de atividades gratuitas

Projeto tem promovido, desde novembro de 2020, um programa amplo que tem como objetivo fomentar o setor cultural, gerando emprego e renda, por meio de ações que incluem palestras e oficinas gratuitas para jovens e adultos da comunidade local. Participantes das oficinas realizadas em novembro já compartilham suas experiências que reforçam a importância do programa como um todo. Ao todo, 190 pessoas do município se inscreveram para participar das atividades.

 

A fim de contribuir com o fortalecimento dos valores culturais locais, da autoconfiança da comunidade e do ambiente cultural, o programa “Caminhos da Arte” promoveu em novembro e dezembro de 2020, uma série de atividades reflexivas e de qualificação técnica cultural para os moradores de Brumadinho, encerradas no último dia 17 de dezembro. Após mais de um mês de uma programação cultural rica, responsável por estimular a retomada gradual das atividades criativas, dando a oportunidade para um público formado por jovens e adultos de participar de vivências e atividades de formação e sensibilização artísticas, a primeira etapa deste projeto arrojado está concluída.

Concebido e idealizado pela Fundação Clóvis Salgado, por meio do Palácio das Artes e do Centro de Formação Artística e Tecnológica – Cefart, com o patrocínio da Caterpillar através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e do Instituto Social Sotreq – iSSO, o Caminhos da Arte já tem impactado a vida de diversas pessoas no último um mês e meio, desde o início das oficinas virtuais e dos webinars.

Um dos propósitos básicos do programa Caminhos da Arte é a criação de uma rede de apoio da iniciativa privada e sociedade civil, por meio do poder transformador da arte e da cultura, para o fomento da comunidade local e geração de impacto social, econômico e humano. Os depoimentos e relatos de alguns participantes das atividades já comprova que os objetivos do programa já estão sendo cumpridos. Foram oferecidas ao todo 6 oficinas gratuitas, capacitando 190 pessoas, ao longo de 71 horas/aula de atividades de formação e sensibilização.

anúncios

“As atividades propostas no projeto Caminhos da Arte [Oficina “Canções para Brumadinho”], foram de grande valia, visto que se trata da arte da música, especificamente do canto, onde quem está participando tem a oportunidade de aprender técnicas vocais a partir de exercícios para aquecimento vocal, habilidades focadas em músicas específicas, dentre outros. A oficina, e o projeto como um todo, está sendo muito importante para a valorização da cultura local, fomentando a cena musical da região novamente e mostrando novos caminhos para a comunidade.”, conta Javér Ribeiro de Sales, um dos participantes da oficina “Canções para Brumadinho”.

Mais do que uma programação que debate a relevância artística, o projeto Caminhos da Arte oferece diversas oficinas de capacitação técnica, sensibilização artística e práticas de bem-estar aos moradores da região de Brumadinho de maneira gratuita.

Canto popular, desenho, edição de vídeos para iniciantes, fotografia com celular, bordado criativo e uma vivência biográfica integram a coleção de oficinas ofertadas e que fomentam mais do que a criatividade e capacitação local, mas também o incentivo de ações propositivas para um mundo com mais empatia e esperança.

“Foi muito bom participar do projeto! As atividades do Caminho das Artes me permitiram rever a vida como um todo. Pude perceber pontos positivos da minha própria vivência, da minha biografia ao participar da Oficina “O que minha história conta”, uma atividade que me garantiu esperança e força para o próximo ano!”, conta Claudia Mônica Salles, participante da oficina “O que minha história conta”.

Experiências como a de Javér e Cláudia seguirão sendo recorrentes ao longo de 2021, neste projeto com amplo escopo de atividades e atuação, formando um programa humanístico de atuação cultural, artística, social e econômica, pautado na promoção de experiências criativas, artísticas e de desenvolvimento humano para a população de Brumadinho.

“O projeto está trazendo contribuições também no âmbito pessoal. Sempre gostei de cantar, mas ainda não havia tido a oportunidade de ter aula de canto, ainda mais com uma profissional tão experiente e renomada como a Babaya Morais. Espero ter outras oportunidades para dar prosseguimento nas aulas de canto, não só de forma on-line, mas assim que esta pandemia acabar, que as aulas possam ser presenciais. Acredito que Brumadinho precisa da arte, o mundo precisa da música e a fé há de nos salvar”, compartilha Javér.

O Caminhos da Arte é realizado pela Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo/, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, pelo Governo de Minas Gerais/ Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e Fundação Clóvis Salgado, com o patrocínio da Catterpillar. Este programa tem, também, o Instituto Social Sotreq – iSSO como parceiro investidor e a APPA Arte e Cultura como correalizadora.

::SOBRE A FUNDAÇÃO CLÓVIS SALGADO / PALÁCIO DAS ARTES::

anúncios

A Fundação Clóvis Salgado (FCS) atua nas áreas de produção artística, difusão e formação cultural. Em seus espaços – Palácio das Artes, CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais e Serraria Souza Pinto, a diversificada programação oferecida atinge diretamente mais de 600 mil pessoas por ano. Artes visuais, cinema, dança, literatura, música erudita e popular, ópera e teatro são algumas das possibilidades de fruição, produção e formação incorporadas e reconhecidas na essência da Fundação Clóvis Salgado. Em permanente diálogo entre tradição e contemporaneidade, a atuação de seus Corpos artísticos – Cia. de Dança Palácio das Ates, Coral Lírico e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais – permite a realização de grandes produções operísticas, concertos, espetáculos de dança contemporânea e performances. Essa atuação complexa e transversal faz da Fundação Clóvis Salgado uma das instituições únicas no mundo e a torna estratégica para implementação e execução de políticas públicas de cultura para o desenvolvimento humano, econômico e social.

::SOBRE A CATERPILLAR::

Desde 1925, a Caterpillar Inc. tem ajudado nossos clientes a construir um mundo melhor – tornando o progresso sustentável possível e impulsionando mudanças positivas em todos os continentes. Com vendas e receitas de US $ 53,8 bilhões em 2019, a Caterpillar é a fabricante líder mundial de equipamentos de construção e mineração, motores a diesel e gás natural, turbinas industriais a gás e locomotivas diesel-elétricas. Os serviços oferecidos ao longo do ciclo de vida do produto, as tecnologias de ponta e décadas de experiência em produtos diferenciam a Caterpillar, fornecendo valor excepcional para ajudar nossos clientes a ter sucesso. A empresa opera principalmente por meio de três segmentos principais – Indústrias de Construção, Indústrias de Recursos e Energia & Transporte – e fornece financiamento e serviços relacionados por meio de seu segmento de Produtos Financeiros. Para obter mais informações, visite caterpillar.com. Para se conectar nas redes sociais, visite www.caterpillar.com/social-media

::SOBRE O iSSO::

anúncios

O Instituto Social Sotreq, conhecido como iSSO, é uma Organização da Sociedade Civil cujo propósito é valorizar o potencial humano e contribuir com a sustentabilidade. Fundado em 9 de junho de 2005, segue investindo em projetos sociais nas áreas de capacitação profissional e socioambiental no território nacional. Trata-se de uma associação sem fins lucrativos, que reconhece o valor de cada cidadão, estimulando a contribuição de todos e respeitando a diversidade social, econômica e cultural. Mais informações no site www.isso.org.br

::SERVIÇO::

Moradores de Brumadinho participam de oficinas gratuitas do Programa Caminhos da Arte

Realizado por Fundação Clóvis Salgado / Palácio das Artes

Por Redacao

.

Vem Pro Sol é o chamado de verão do Grupo Tauá de Hotéis

Shows gratuitos compõem a programação gratuita da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em parceria com o Sesc em Minas