Pousada do Sandi lança cardápio plant based em Paraty

Ceviche de cogumelos com cebola roxa e leite de capim santo, casquinha de jaca com creme de castanhas, pupunha assada ao pesto de manjericão e hambúrguer de grão de bico com tahine são alguns pratos e petiscos do novo cardápio da Pousada do Sandi, em Paraty.

“É um cardápio que vem reforçar nossa proposta health food, que já conta com kombucha no café da manhã, sorvete de kefir, e agora com um menu plant based, para contemplar os adeptos da alimentação natural”, diz Sandi Adamiu, que administra a pousada ao lado da mãe, Sandra Foz.

Para assinar o novo cardápio, os proprietários da Pousada do Sandi convidaram a chef paulistana Natália Luglio, jovem cozinheira especializada em gastronomia sustentável, com foco em ingredientes locais da biodiversidade brasileira e defensora de uma dieta à base de vegetais.

anúncios

“O desafio foi trazer opções criativas, alinhadas com a tradição da pousada”, diz Natália. Para isso, a chef mergulhou em uma pesquisa sobre os insumos e produtos da região de Cunha e Paraty, de onde vêm os ingredientes do novo cardápio. “Vamos valorizar os sabores e ingredientes locais, com verduras e hortaliças orgânicas de pequenos produtores”, diz a chef.

O menu plant based é uma das muitas novidades que marcam os 30 anos da Pousada do Sandi, que passou por uma repaginada completa em 2020. O cardápio é uma opção a mais para os hóspedes, que continuam contando com petiscos tradicionais como “lula à dorê”, na piscina, por exemplo. “Faltava incluir pratos inventivos e únicos, que só se pode experimentar na pousada”, diz Natália Luglio.

O menu completo inclui ainda toast de abacate e bolo de banana sem glúten vegano, entre outras delícias plant based, preparadas com ingredientes saborosos e sazonais da região.

 

30 anos de história

Em comemoração aos 30 anos, toda a estrutura da Pousada do Sandi foi repaginada, incluindo a já consagrada decoração, levando em conta o novo protocolo de segurança da pandemia, para receber os hóspedes com todo o cuidado e conforto.

Vale lembrar que a Pousada do Sandi tem o selo Roteiros de Charme, concedido a apenas 73 hotéis no Brasil, a partir de rígidos critérios de qualidade e responsabilidade socioambiental. As escolhas da reforma levaram em conta o novo protocolo de segurança para Covid-19, com forte envolvimento e treinamento do staff, para receber os hóspedes com todo o cuidado e conforto.

 

anúncios

+ 30 anos de História

O casarão do século XVIII que abriga a Pousada do Sandi já foi a Casa da Moeda, durante o ciclo do ouro, e a primeira escola de Paraty. A construção colonial estava abandonada, em meados dos anos 80, quando o empresário Alexandre Adamiu se apaixonou por sua esposa, Sandra Foz, e pela cidade que ela amava.

Grande empresário do cinema, presidente da Paris Filmes, Alexandre era também um visionário. Conta-se que foi em uma noite alegre, entre amigos, pelos bares da cidade, que ele decidiu arrematar o casarão, que reúne um conjunto de seis casarões, em uma esquina, no coração do Centro Histórico. Depois de uma longa reforma, ele presenteou Sandra com a Pousada do Sandi, perto de 1990. A pousada foi batizada em homenagem ao filho único do casal.

A Pousada do Sandi já nasceu como uma estrela. Alexandre teve ainda a ideia incluir um anúncio da pousada nas fitas VHS distribuídas pela Paris Filmes. Foi um sucesso. A Pousada do Sandi logo se tornou uma referência no imaginário dos brasileiros. Há dez anos, o próprio Sandi e sua mãe, Sandra, assumiram a administração da pousada, conservando a tradição do bem receber e a vontade de inovar e se renovar, sempre.

Por Redacao

.

Heloísa Bernardes promove Curso de Extensão em Terapia Bio Ortomolecular

Conheça 5 podcasts para ajudar na hora do estudo e na preparação para as provas de vestibular