Plena Alimentos inicia atuação no segmento de snacks naturais para pets

Unidade de negócios da empresa em Paraíso do Tocantins (TO) vai produzir linha de produtos para animais de estimação; foco inicial é o mercado externo

A Plena Alimentos, uma das maiores empresas do segmento de proteína bovina do país e com atuação expressiva no mercado internacional, vai iniciar atuação em um dos mercados que mais crescem em todo o mundo: o segmento de pets. Na unidade de negócios Petsko, a companhia vai produzir, a partir de dezembro, uma nova linha de petiscos (snacks) naturais para animais de estimação. Na fase inicial do projeto, as vendas serão destinadas ao mercado externo (Estados Unidos e Canadá) com produtos white label (que utilizam a imagem comercial do comprador).

A nova linha de produtos para pets será produzida na unidade industrial em Paraíso do Tocantins (TO), uma das maiores e mais modernas do Grupo e habilitada à exportação a diversos mercados. A fábrica Petsko foi estruturada para o processamento em média 50 toneladas de matéria-prima própria e de frigoríficos parceiros da região por mês e com capacidade de ampliação nas fases seguintes do projeto.

Foto: Malany Marinho

Para atender a nova demanda, foram realizados investimentos em infraestrutura civil, maquinário e contratação de mão de obra. Os equipamentos utilizados no processo fabril se destinam à desidratação em estufas de primeira linha, com tecnologia de ponta que possibilita o controle eletrônico dos processos e registros auditáveis para a certificação dos produtos. Toda a estrutura de empacotamento opera em condições que garantem a preservação das características dos produtos até o consumo pelos animais.

anúncios

Com essa iniciativa, a Plena deve gerar cerca de 80 empregos de forma direta e indireta em Paraíso do Tocantins (TO), o que reforça a responsabilidade da empresa com o desenvolvimento econômico regional. “A unidade foi a escolhida para esse novo projeto por também estar localizada próxima a outros frigoríficos, o que facilita o controle de qualidade da matéria-prima destinada ao processo produtivo, bem como o escoamento da produção para os mercados de interesse”, destaca Marcos Antônio Maia, sócio presidente da Plena Alimentos.

A nova linha inclui petiscos naturais a partir de esôfago, orelha, bexiga, vergalho, capa do vergalho, traqueia, centercut e fêmur (body parts). “Nosso objetivo é estar cada vez mais presente no mercado alimentício para pets, aumentando nossa participação ao longo dos anos”, afirma Marcos Antônio Maia.

Mercado de pets em crescimento

Segundo dados de pesquisa realizada pela Euromonitor em 2019, os pets movimentaram um mercado global de R$ 130 bilhões por ano. Além disso, estimativas apontam que há cerca de 1,66 bilhão de animais de estimação em todo o mundo, o que confirma o amplo potencial de crescimento do setor. Nesse sentido, cada vez mais, aumenta a procura por proteínas alternativas, produtos personalizados e a transparência dos ingredientes comercializados nesse mercado.

Segundo Luis Filipe Maia, especialista em Novos Negócios na Plena, a empresa está sempre em busca de oportunidades de investimento que possuam sinergia com os atuais. “O mercado para pets é um segmento que está em bastante crescimento nos últimos anos e que possui a perspectiva de continuar crescendo pelos próximos. Além disso, já possuímos matéria-prima necessária para a produção desses alimentos, decorrente do processo de abate frigorífico, o que nos possibilita agregar valor ao nosso produto e diversificar as linhas ofertadas”, declara.

Coco Bongo: é hora do show em Cancun no México a partir de 346 reais com Ingressos e Bebidas incluso.

Pacote de Viagem – Cuba (Havana + Varadero) – 2023 e 2024 a partir de 2299 reais com Aéreo + Hospedagem