Patrocínio da AngloGold Ashanti à Fundação Clóvis Salgado fortalece a cena cultural mineira

A AngloGold Ashanti e a Fundação Clóvis Salgado (FCS) assinaram Termo de Parceria na tarde desta quinta-feira (11/11), em evento realizado no Foyer do Palácio das Artes. Estiveram presentes na solenidade o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant; o secretário de Estado adjunto de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Bernardo Silviano Brandão; a presidente da Fundação Clóvis Salgado, Eliane Parreiras; o gerente sênior de Comunicação e Relações Institucionais da Anglogold Ashanti Brasil, Othon de Villefort Maia; além do presidente da Appa – Arte e Cultura, Xavier Vieira.

 

A partir dessa iniciativa, as ações da FCS serão fortalecidas, bem como serão ampliados os processos de democratização do acesso à produção cultural em Minas. O investimento da AngloGold Ashanti na Fundação Clóvis Salgado, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, será em torno de R$ 1,5 milhão. Ele irá se somar aos investimentos orçamentários do Governo do Estado e de outros importantes parceiros privados.

anúncios

 

O incentivo da AngloGold Ashanti à FCS, que se iniciou em julho deste ano, é fruto de um trabalho sólido da companhia em prol do desenvolvimento social, com ações práticas de estímulo à cultura, educação, sustentabilidade, esportes, lazer e outras iniciativas que contribuem com a sociedade.

 

Para o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, o financiamento da cultura no Brasil só é viável por causa da sensibilidade e da visão generosa e aberta de empresas como a AngloGold Ashanti. “O Palácio das Artes é a casa-mãe da cultura mineira. É um espaço onde as manifestações artísticas vibram. Por isso as minhas palavras são de alegria e agradecimento à AngloGold Ashanti, que tanto apoia a cultura do nosso estado”, celebra.

 

Villefort Maia, gerente sênior de Comunicação e Relações Institucionais da AngloGold, ressaltou o desejo de que a parceria com a Fundação Clóvis Salgado seja duradoura. ”O objetivo é que esta iniciativa gere muitos frutos e fortaleça a nossa área cultural. A AngloGold faz parte de um legado histórico, onde os primeiros incentivadores da cultura eram ligados à indústria do ouro. Desta forma, estamos, simbolicamente, dando sequência a esse legado de mais de 300 anos, que, sem dúvida alguma, permanecerá por muitos anos”.

 

Segundo Eliane Parreiras, presidente da Fundação Clóvis Salgado, o investimento da AngloGold vai beneficiar diretamente os cidadãos mineiros que frequentam os espaços culturais do Palácio das Artes, usufruem das atividades formativas e participam de uma programação estruturada na pluralidade e na diversidade. “Os investimentos beneficiam ainda uma ampla cadeia produtiva que se relaciona de maneira permanente com a FCS. São artistas, produtores, grupos artísticos e técnicos, parceiros constantes que nos ajudam a oferecer ao público uma cuidadosa e intensa programação artística”, comemora.

anúncios

 

O secretário de Estado adjunto de Cultura e Turismo, Bernardo Silviano Brandão, por sua vez, destacou a importância do acordo ser oficializado neste momento de reabertura dos espaços culturais. “O retorno das atividades artísticas presenciais, com a Fundação Clóvis Salgado novamente de portas abertas, é motivo de muita comemoração. É uma celebração que deve ser feita devido à grandiosidade que essa Casa possui”.

 

Já o presidente da APPA – Arte e Cultura, Xavier Vieira, evidenciou a perseverança da Fundação Clóvis Salgado durante os momentos críticos da pandemia. “Grande parceira da APPA – Arte e Cultura, a FCS é referência em todo o país. Em um momento tão difícil como o que vivemos, a Fundação transformou a sua realidade. Não foram poucas as oportunidades em que a Fundação se reinventou para continuar buscando o seu propósito de formar talentos. Para a APPA, é uma honra fazer parte deste momento”.

anúncios

O evento de anúncio da parceria contou com a participação dos integrantes da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Alexandre Mota Kanji, violinista e Spala da Orquestra, e o violista, Wender Marques. Eles executaram os movimentos 1 e 3 do “Duo número 1 para Violino e Viola”, de Mozart.

 

Visita à exposição “Palácio das Artes: 50 anos em 5 atos”

 

Após a solenidade, os participantes do evento visitaram a exposição “Palácio das Artes: 50 anos em 5 atos”, que ocupa a Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard, e que já foi vista por mais de 6 mil pessoas.

 

“A exposição, que está maravilhosa, é uma amostra muito representativa da diversidade, da beleza e da história do Palácio das Artes, um monumento de Minas Gerais”, afirmou Paulo Brant.

 

Inaugurada no dia 14 de agosto em celebração às cinco décadas do Palácio das Artes, a exposição conta parte da história do complexo cultural por meio de uma perspectiva contemporânea, abrindo espaço para a arte-tecnologia e todos os seus artifícios.

Por Redacao

.

Black Friday: eventos de Belo Horizonte oferecem condições imperdíveis nesta semana

Pacote de Viagem – Aruba – 2023 e 2024 a partir de 1999 reais com Aéreo + Hospedagem