Padarias participam do ‘Dia Livre de Impostos’ para conscientizar sobre carga tributária

Cerca de 30 padarias associadas à Amipão aderiram ao movimento que será realizado no dia 30 de maio

O impostômetro de Belo Horizonte já registra, em 2019, mais de R$ 1,6 bilhão de impostos arrecadados. Em protesto contra a alta carga tributária, o Sindicato e Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão) é uma das entidades apoiadoras da 13ª edição do Dia Livre de Impostos (DLI), ação do comércio liderada pela CDL/BH e CDL Jovem, que será realizada na capital no próximo dia 30 de maio.

Aproximadamente 800 empresas de Belo Horizonte, sendo cerca de 30 delas padarias associadas à Amipão, comercializarão mais de 650 mil itens sem o valor dos impostos. As padarias vão oferecer desconto sobre o preço do pão de queijo, bolo e outros produtos de fabricação própria. Empresas parceiras aos estabelecimentos também vão comercializar seus produtos e serviços sem as taxas tributárias.

anúncios

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria de Panificação de Minas Gerais (SIP), entidade que compões a Amipão, José Batista de Oliveira, o objetivo é reforçar a luta dos empresários e consumidores brasileiros com ações concretas que exponham as cobranças abusivas. “Vamos mostrar ao consumidor o imposto que está embutido na mercadoria e o quanto ele encarece o produto final. Essa tributação abusiva limita o consumo da população e trava o crescimento econômico. Não há ninguém isento dos impostos. Os governos federal e estadual precisam gerar um ambiente de negócios favorável que incentive as empresa a investir e o consumidor a comprar”, destaca Batista.

Vinícius Dantas, presidente da Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amip), entidade que também compõe a Amipão, pontua que o principal problema é que os valores pagos não são revertidos para a população, que acaba tendo que arcar com custos que poderiam ser contemplados pelo governo, se os valores arrecadados fossem revertidos em serviços de qualidade. “A população, as empresas e as indústrias estão sufocadas com essa carga tributária. Nossa proposta é mostrar que o imposto não prejudica o consumidor só nas grandes compras. Mesmo as compras mais simples e corriqueiras estão inchadas pelo excesso de impostos e pesam no orçamento dos brasileiros”, explica.

Em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14º país que mais arrecada imposto e está em último lugar, como o país que pior retorna o dinheiro para a população.

Sobre Dia da Livre de Impostos
A proposta do DLI é promover uma data de conscientização para a população sobre as altas cargas tributárias pagas no país. E como forma de materializar essa conscientização, todos os lojistas participantes comercializam produtos ou serviços isentos de impostos, arcando eles mesmos com os impostosdescontados nesse dia. O movimento é realizado em 107 cidades de 19 estados brasileiros. Mais informações no www.dialivredeimpostos.com.br.

Written by Redacao

.

Sessão Cinepsiquiatria deste mês no Minas Shopping debate filme Rocketman sobre Elton John

“Arraiá Pet” invade o Power Shopping Centerminas