O que são resíduos perigosos?

Foto: Pixabay

Você sabe o que são resíduos perigosos? Sabe como realizar o descarte consciente e correto desses resíduos? Diariamente, em industrias e até dentro da sua própria casa, são geradas toneladas de diferentes resíduos.

Quem não se lembra do caso Césio-137? Para recordar, no ano de 1987 um grupo de catadores na cidade de Goiânia -GO foram contaminados por um aparelho utilizado no tratamento de câncer que não teve o descarte realizado de forma correta. De acordo com a Associação de Vítimas do Césio-137, o número de mortes causadas pela substância chegou a 80 e mais de 112 mil pessoas foram monitoradas.

Este caso relata o perigo eminente do descarte inadequado de resíduos representa, tanto para a saúde humana, quanto para o meio ambiente. Restos de tinta, material hospitalar, lâmpadas fluorescentes e pilhas, além de toda “sobra” da produção industrial, se encaixam na categoria.

Qualquer tipo de resíduo necessita de tratamento especial e de uma gestão adequada. Também devem ser armazenados separadamente e transportados de forma correta para receber uma destinação apropriada.



Conheça a seguir a classificação de alguns resíduos considerados perigosos.

anúncios

Resíduos hospitalares

A legislação definida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) considera como resíduos hospitalares todos os tipos de produtos descartados em farmácias, hospitais, clinicas, postos de saúde, laboratórios de análises e outros estabelecimentos que produzem material contendo secreções ou restos cirúrgicos de animais ou humanos.

Segundo a resolução do CONAMA, esses resíduos podem ser subdivididos em três grandes grupos:

+10 lugares para conferir na Semana Santa em Ouro Preto

Classe A – resíduos infectantes – vacinas vencidas, materiais com sangue, tecidos humanos e animais, órgãos humanos e animais, animais contaminados, fluidos orgânicos, secreções e matéria orgânica humana em geral.

Classe B – resíduos especiais – materiais contaminantes, restos de remédios, resíduos químicos e radioativos em geral

Classe C – resíduo comum – Material de escritório, jardinagem, conservação e materiais comuns às demais organizações

Resíduos químicos

São considerados resíduos químicos todos aqueles que apresentam riscos potenciais de acidentes que estão ligados diretamente à sua propriedade específica. São compostos por resíduos orgânicos ou inorgânicos tóxicos, corrosivos, inflamáveis, explosivos e teratogênicos.

anúncios

Para que aconteça o descarte adequado deste tipo de material é necessário observar o grau de toxidade e do procedimento de não mistura de resíduos de diferentes naturezas e composições.

Resíduos industriais




Este tipo de resíduo é o que mais aciona as questões socioambientais. Por isso é extremamente importante fazer o manejo adequado de acordo com suas propriedades. A NBR-10.004 da ABNT  caracteriza e classifica os resíduos sólidos industriais, que devem ser segregados, tratados e/ou destinados adequadamente de acordo com suas propriedades.

+ID Jovem garante gratuidade no transporte e meia-entrada para jovens até 29 anos

Vale lembrar que toda a empresa é responsável pela preocupação com o descarte correto dos seus resíduos industriais. Zelar pelo meio ambiente e pela saúde pública são questões totalmente relevantes. Caso o descarte não aconteça de forma adequada a empresa responsável poderá sofrer punições que afetarão diretamente o funcionamento da organização.


anúncios

Written by Redacao

.

Centros de saúde da Capital vão funcionar no feriado para atender pacientes com sintomas de Dengue

Reforma da Previdência é tema de evento na CMI/Secovi-MG no dia 22 de abril