“O Bartender Brasileiro, uma visão Criativa”

Um estudo comparativo entre coquetéis clássicos e autorais valorizando o bartender brasileiro.

Lucas barman

Meu interesse na coquetelaria, veio devido a não beber cerveja, achava o gosto amargo demais. Então fui em busca de possibilidades, foi quando conheci esse mundo mágico. Em 2004 fiz o primeiro curso no Senac e desde então nunca mais parei. E sempre buscando novas possibilidades, novas formas.

Instagram: @lucasbarmam

anúncios

 

 

O Clássico

Lagoa Azul

A história:

Criado em 1960 por Andy MacElhone, no Harry’s new york bar, em paris

A receita:

anúncios

30 ml de vodka

30 ml de licor blue curaçau

20 ml de suco de limão

Completar com soda limonada

anúncios

Servido em um copo longo

Decorar com fatia de limão

 

 

O Bartender:
@lucasbarmam

A Criação:
Minas Beach

Processo Criativo:

Busquei algo que fosse bem conhecido do público, consumidor final, algo que chamasse atenção pela cor, assim me lembrei do clássico lagoa azul e decide repaginar seguindo a proposta do desafio gastronômico para qual fomos convidados a participar na cidade de caxambu.

A Receita:

60 ml cachaça branca

25 ml xarope de capim limão

15 ml suco de limao

30 ml licor de laranja curaçau BLUE

Água com gás para completar

Decorar com pimenta dedo de moça e folhas de capim limão

Sirva em uma copo longo

Modo de Preparo:

Batido

Servido em um copo longo

 

Quer conhecer mais sobre coquetelaria? Acesse meu Instagram @leogomesbartender

Não compartilhe com menores de 18 anos.

Beba com moderação.

Se beber não dirija.

Por Leo Gomes Bartender

Leo Gomes | Bartender
🥃 Bartender no @hotelourominas
🔪 Estudante de Gastronomia
📝🍸 no canal @belohorizonte
🔞 Perfil > 18 anos

Orçamento do IFMG é o menor em 11 anos

DER de Minas Gerais adota o Sistema de Notificação Eletrônica