My Mall abre oportunidades para investidores em empreendimentos em Belo Horizonte e região metropolitana

Meta da empresa é investir cerca de R$ 30 milhões neste ano e captar aproximadamente R$ 15 milhões com novos sócios

A baixa da taxa Selic, atualmente em 2% ao ano e com uma projeção de chegar a 4% ou 5% no longo prazo —um dos menores patamares da história— tem levado investidores a buscar novas alternativas de rendimentos mais interessantes que os obtidos no mercado financeiro. Essa nova realidade tem beneficiado o mercado imobiliário, que alcançou resultados positivos nos últimos meses. Para oferecer uma forma de investimento seguro e rentável, a My Mall, consolidada no mercado de desenvolvimento de lojas de rua organizadas (os street malls), abriu oportunidades para investidores adquirirem participações nos seus empreendimentos.

Neste ano, a empresa pretende investir no desenvolvimento de empreendimentos cerca de R$ 30 milhões, dos quais aproximadamente R$ 15 milhões serão provenientes de novos sócios investidores. Os interessados no negócio adquirem cotas nas SPEs (Sociedades de Propósito Específico) criadas para cada empreendimento da empresa e se tornam proprietários da “cota parte” dos imóveis. Para empreendimentos prontos, o investimento garante remuneração imediata com retorno em torno de 6% ao ano mais inflação. Já em relação a imóveis em construção ou na planta, o investimento pode ser aportado de acordo com o andamento das obras e, nesse caso, pode gerar uma remuneração de 7% a 8% ao ano mais inflação.

De acordo com o supervisor comercial da My Mall, Leonardo Gomes, a modalidade de investimento é promissora e uma alternativa segura para quem deseja obter bons rendimentos. “Estamos ampliando as possibilidades da entrada de sócios investidores por atuarmos em um negócio de capital intensivo e para podermos acelerar o crescimento da empresa, que tem histórico de entrega já testado e comprovado”, declara.

anúncios

Fundada em 2012, a My Mall possui hoje 10 empreendimentos prontos em funcionamento: em Belo Horizonte (nos bairros São Luiz, Itapoã, Padre Eustáquio, Serrano e Jardim Atlântico), Betim, Vespasiano, Matozinhos e Ribeirão das Neves. Mais três empreendimentos estão em obras e cinco, em fase de aprovação de projetos.

Atualmente, 100% da ABL (área bruta locável) dos empreendimentos prontos está locada. A empresa possui contratos com lojas âncoras, como redes de supermercados, alimentação, conveniência, academias e drogarias, que geralmente ocupam em média 50% da área, e contratos com lojas satélites de diferentes segmentos, mas sempre com o foco em conveniência. “Um aspecto positivo nosso é que a inadimplência atualmente é zero e historicamente sempre foi muito baixa”, afirma Gomes.

Além do rendimento seguro, Gomes aponta, entre as vantagens desse tipo de investimento, “o objetivo da My Mall, que é oferecer lojas de rua organizadas, melhor do que o existente no entorno, com estética diferenciada, em um espaço aberto, com mix de conveniência, amplas vagas de estacionamento, visibilidade, boa iluminação, pé-direito duplo, espaço de convivência e em localizações estratégicas”. “Dessa forma, atingimos o momento de compra dos consumidores, o que nos permite obter um bom valor de locação e entregar ao lojista e seu consumidor um preço menor do que o do shopping com uma estrutura melhor que a loja de rua tradicional”. O cenário é positivo para esse tipo de produto imobiliário, pois oferece praticidade e comodidade aos clientes na hora das compras num momento em que o tempo nunca foi tão valorizado, com segurança e conforto. “Além do rendimento corrente das receitas de aluguel, pelas características dos nossos imóveis, ainda temos ganhos de valorização imobiliária”, afirma o supervisor comercial da My Mall.

CMO Summit reúne os principais nomes do marketing para discutir os novos rumos da comunicação

Boutique Parrilla da Vila promete ser o restaurante mais completo do Buritis