“Música no Hospital” realiza “Concerto Natalino” com o trio Ad Libitumm, dia 21 de dezembro

O projeto “Música no Hospital”, idealizado pelo Instituto Mário Penna e ECA – Espaço de Cultura e Arte, dá continuidade às ações realizando o “Concerto Natalino” com o trio Ad Libitumm, formado pelo pianista Ricardo Matosinho, pelo barítono Pedro Vianna e pela cantora solista Fabíola Protzner. A apresentação vai acontecer no dia 21 de dezembro, segunda-feira, às 10h30, no jardim do Hospital Luxemburgo, com transmissão pelo Instagram e Facebook do ECA (@ecabh) e do Instituto Mário Penna: Instituto Mário Penna (YouTube e Facebook) e Instagram (@institutomariopenna). A proposta é contribuir na recuperação dos pacientes e na humanização do ambiente hospitalar. O projeto é destinado para aqueles que estão internados, seus familiares, visitantes e toda a equipe técnica do hospital.

Para o repertório, o grupo Ad Libitum selecionou canções natalinas, obras de compositores da música erudita, assim como consagradas canções do universo popular. “Adestes Fidelis” – Autor desconhecido / Domínio Público; “Pie Jesu” – Andrew Lloyd Webber; “Hallelujah” – L. Cohen; “Ave Maria” – Gounod / Domínio Público; “Pai Nosso” – Albert Hay Malotte; “O Holy Night” – Adolphe Adam / Domínio Público; “Céu de Santo Amaro” – Flávio Venturini; “Chegou Natal” – Folclórica Alemã / Domínio Público; “Quero ver” – Desconhecido / Domínio Público; “Então é Natal” – John Lennon; “We Wish You a Merry Christmas” – Desconhecido / Domínio Público; “Ah! Vinde Todos à Porfia” – Liturgia Cristã / Domínio Público; “Boas Festas” – Assis Valente; “Jingle Bells” / “Bate o Sino” – James Lord Pierpont / Domínio Público; e “Feliz Navidad” – José Feliciano.

Para atender ao protocolo de segurança referente ao Covid-19, os músicos e a equipe envolvida no projeto usarão máscaras e manterão o distanciamento recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Além disso, a apresentação será realizada em área externa. No local, haverá orientação aos presentes quanto ao protocolo para evitar qualquer aglomeração. “A ideia é que a música dissemine pelo hospital e que o som cause uma boa supresa para quem estiver em todo o ambiente hospitalar, trazendo”; conta Gizelle Mesquita Evangelista, coordenadora do Setor de Humanização e Psicologia Hospitar do Instituto Mário Penna.

anúncios

Ad Libitum

Fabíola Protzner é vencedora dos prêmios Revelação e Júri Popular Feminino, no 9º Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão, e do prêmio de “Voz com Melhor Futuro”, no Internationale Wettbewerb Karlsruhe für das Lied des 20. und 21. Jahrhunderts. Recentemente, concluiu mestrado em canto, em Hamburgo, na Alemanha, onde aprimorou seus estudos em performance operística e música de câmara no JohannesBrahms-Konservatorium, sob a orientação da professora Ovsanna Nalbandyan. Como solista, já se apresentou sob a regência de Marcos Arakaki, Sílvio Viegas, Roberto Tibiriçá, Roberto Duarte, Roberto Minczuk, Holger Kolodziej e Mike Steurenthaler. Foi também solista convidada de algumas das maiores orquestras do Brasil, como a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e a Orquestra do Teatro Municipal de São Paulo. Fora do país, apresentou-se em turnê com a Klassik Philharmonie Hamburg. Em seu repertório destacam-se montagens das óperas A Flauta Mágica, O Elixir do Amor, Don Giovanni, Cosi Fan Tutte, Rita, La Traviata, Nabucco, La Bohème, A Menina das Nuvens, A Viúva Alegre, O Segredo de Susanna e A Serva Patroa.

Pedro Vianna é vencedor do “V Concurso Jovem Solista da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais”. Barítono, iniciou seus estudos de música em 2009, no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (CEFAR) em Belo Horizonte, na classe do professor Néstor Gurry (CUB). É bacharel em Canto Lírico pela Universidade do Estado de Minas Gerais na classe do professor Sérgio Anders. Participou de máster-classes com importantes nomes da lírica nacional e internacional como Eiko Senda (JAP), Damon Ploumis (EUA), Ismini Giannakis (GRE), Lucia Duchonova (SLO), Paulo Szot (BRA), Inácio de Nonno, Laura de Souza, Marcelo Coutinho, Lício Bruno, Carolina Faria e Eric Herrero. Integrou o Ars Nova – Coral da UFMG nas temporadas de 2008, 2013, e 2014, onde participou de importantes concertos, gravação de CD e DVD além de turnês pelo Brasil. De 2010 a 2018, atuou como músico convidado no Coral Lírico de Minas Gerais, participando de importantes montagens de óperas, concertos sinfônicos e oratórios.

Em seu repertório como solista, destacam-se Carmina Burana de Carl Orff, Messe Solennele de C. Gounod além das montagens de Gianni Schicchi, La Traviata, Romeo et

Juliet, Il Guarany, La Cambiale di Matrimônio, Hänsel und Gretel e O Barbeiro de Sevilha.

Ricardo Matosinho é natural de Itabira, iniciou seus estudos musicais ao 7 anos. Graduou-se em bacharelado em piano pela Escola de Música pela Universidade Federal de Minas Gerais na classe do professor Miguel Rosselini e fez pós graduação em Gestão Cultural pela UNA. Em sua carreira destacam-se apresentações nas principais séries de concertos do país, como Jovem Músico BDMG, Festival Nacional da Música de Divinópolis e FEMUSC em Santa Catarina. Participou de Master Class com renomados pianistas como Celina Szrvinsk (Brasil), Cristina Ortiz (Brasil/Inglaterra), Stéphan Sylvestre (Canadá), Berenice Menegale (Brasil), Fany Solter (Brasil/Alemanha) e Ricardo Castro (Brasil/Suíça). Após temporada morando em Berlim, foi contemplado pelo MinC com bolsa de estudos para o conceituado curso de Villa Medici Giulini (Milão – Itália) com um dos maiores pianistas do século XX, Paul Badura-Skoda. Atualmente, é professor de piano no ECA – Espaço de Cultura e Arte, centro cultural de referência em Belo Horizonte, que fundou e é sócio proprietário.

Sobre o Instituto Mário Penna

O Instituto Mário Penna é uma instituição filantrópica de saúde especializada em tratamentos contra o câncer. O Instituto é mantenedor das seguintes unidades: Hospital Luxemburgo, Núcleo de Especialidades Oncológicas, Casa de Apoio Beatriz Ferraz e o Núcleo de Ensino e Pesquisa. É o maior prestador do SUS em atendimento oncológico de Minas Gerais, atendendo mais de 760 municípios. Foram atendidas mais de 153 mil pacientes no último ano, o que mostra o comprometimento em atender todos que passam pela Instituição com maestria, e cumprindo com sucesso o legado de 49 anos de história. Doações para a instituição podem ser feitas pelo site mariopenna.org.br ou pelo 0800 039 1441.

anúncios

O projeto “Música no Hospital” é realizado em parceria do Instituto Mário e ECA – Espaço de Cultura e Arte, com o patrocínio da Cedro Mineração e Ibiritermo, com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo.

Serviço: “Música no Hospital” – Concerto de Natal, com Ad Libitum

Dia: 21 de dezembro, segunda-feira, às 10h30

Local: Jardim Hospital Luxemburgo, administrado pelo Instituto Mário Penna – fechado ao público externo. Transmissão ao vivo pelo Instagram e Facebook do ECA (@ecabh) e do Instituto Mário Penna – Instituto Mário Penna (YouTube e Facebook) e Instagram (@institutomariopenna).

Por Redacao

.

O 9º Prêmio ADCE Minas de Responsabilidade Social Empresarial homenageou Babi Vasconcelos

Santiago, CHL