Michel Temer autoriza uso de forças armadas para desbloqueio de rodovias

 

Foto: Print Screen de Tela

O Presidente da República, Michel Temer, fez um pronunciamento na tarde desta terça (25) afim de dar um parecer do Governo sobre a greve dos caminhoneiros.

+4 serviços essenciais afetados pela greve dos caminhoneiros em Belo Horizonte 

+BHTrans realiza leilão de veículos na Capital 

anúncios

De acordo com o Presidente, os brasileiros e brasileiras vem sofrendo com a paralisação. Ainda segundo o Temer, a União entrou em acordo com a Petrobrás para uma queda de 10% no valor do combustível, entre outras questões.

E, ainda segundo o pronunciamento, o Governo atendeu a 12 reivindicações da categoria, que prometeu encerrar a paralisação. Até o momento não há uma previsão de liberação das rodovias e, diante da situação, Michel Temer anunciou a implementação de um plano de segurança, onde acionou as forças federais de segurança para desbloquear as estradas.


Segundo o Ministério da Segurança Pública as forças federais incluem Exército, Marinha, Aeronáutica, Força Nacional de Segurança Pública e Polícia Rodoviária Federal.

“Não vamos permitir que a população fique sem gêneros de primeira necessidade. Não vamos permitir que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas. Não vamos permitir que crianças sejam prejudicadas pelo fechamento de escolas. Como não vamos permitir que produtores tenham seu trabalho mais afetado”, afirmou Temer.

Por Redacao

.

“Live it up” – ouça a canção da Copa do Mundo da Rússia

Preço da gasolina e do diesel deve sofrer queda