Mais de 660 mil passageiros devem passar pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte em setembro

O número representa aumento de 10% em relação a agosto, enquanto o número de voos deverá chegar a 5.800 ao longo do mês

Belo Horizonte, setembro de 2021 – A movimentação de passageiros e aeronaves no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, deverá ter alta durante este mês. São esperados cerca de 660 mil passageiros ao longo de setembro, crescimento de 10% em relação a agosto. Já o número de voos deverá chegar a 5.800, 6% a mais do que foi operado no mês passado. Em setembro de 2020, 290 mil pessoas passaram pelo aeroporto e ocorreram 2.800 voos.

 

“O aumento da imunização pelo país reflete diretamente na confiança das pessoas e no aumento da demanda por voos. Estamos otimistas com a alta no fluxo de passageiros. O feriado de 7 de setembro, certamente, contribui para que possamos alcançar a marca de 660 mil passageiros no mês e, em breve, alcançaremos os patamares anteriores à pandemia da Covid-19”, ressalta Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.

anúncios

 

Ele destaca que o aeroporto segue em busca de ampliar a conectividade de Minas Gerais com demais mercados nacionais e internacionais. “Em setembro, teremos uma estreia inédita de destino regular para Guanambi (BA), cidade que fica localizada na região centro-sul do estado da Bahia. A região é bastante conhecida por concentrar o maior complexo de geração de energia eólica da América Latina e é uma conquista termos esse voo direto”, avalia. Clayton acrescenta que a inauguração do novo voo está prevista para o dia 20.

 

Ao longo deste mês, o aeroporto estará conectado a 41 destinos regulares e extras – que atenderam o feriado da Independência. São eles: Aracaju (SE), Belém (PA), Porto Seguro (BA), Barreiras (BA), Brasília (DF), Cabo Frio (RJ), Cuiabá (MT), Congonhas (SP), Carajás (PA), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Foz do Iguaçu (PR), Galeão (RJ), Guanambi (BA), Guarulhos (SP), Governador Valadares (MG), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Jericoacoara (CE), João Pessoa (PB), Marabá (PA), Maceió (AL), Montes Claros (MG), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão preto (SP), Santos Dumont (RJ), São José do Rio Preto (SP), São Luís (MA), Salvador (BA), Teixeira de Freitas (BA), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Comandatuba (BA), Campinas (SP), Vitória da Conquista (BA), Vitoria (VIX), e os internacionais Lisboa (Portugal) e Cidade do Panamá.

 

Ações contra a Covid-19

 

Mesmo com o avanço do plano nacional de vacinação contra a Covid-19, o setor de aviação segue em busca de uma retomada gradativa e segura para passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária. No terminal, são colocadas em prática todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência de Aviação Civil (Anac) para que as pessoas se sintam seguras para circular pelo aeroporto e para voar.

anúncios

Há dispensers de álcool em gel em todo o aeroporto, barreiras de proteção nos locais de atendimento aos usuários e adesivos informativos para piso, assentos, banheiros e elevadores. Com apoio do exército, uma equipe foi capacitada para atuar na descontaminação e higienização de áreas de grande circulação. Entre as demais medidas já adotadas para o combate à disseminação da Covid-19, também foi reforçada a limpeza e desinfecção das áreas comuns de todo o aeroporto, especialmente dos banheiros.

 

O aeroporto também laçou uma campanha de comunicação no intuito de conscientizar passageiros, visitantes e a comunidade aeroportuária sobre a necessidade de higienização das mãos, de manter o distanciamento, isolamento de assentos, uso de máscara e demais atitudes que podem garantir a saúde e segurança de todos.

 

anúncios

Para quem viaja a Belo Horizonte, em voos internacionais, há obrigatoriedade de realização de teste PCR para Covid-19. O exame precisa ser feito com até 72 horas de antecedência e apresentado durante o embarque no país de origem. Também deve ser apresentada declaração de Saúde do Viajante (DSV) preenchida com a concordância sobre as medidas sanitárias que devem ser cumpridas durante o período que estiver no Brasil.

 

Ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em voo internacional, os passageiros terão contato com a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), que identifica se há alguém com algum sintoma de Covid-19 ou precisando de atendimento médico.

 

 

Sobre a BH Airport

 

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.

Por Redacao

.

Websérie “Olhares sobre BH” mostra importantes atrativos turísticos da capital mineira

Clássico infantil ‘Os Três Porquinhos’ é atração gratuita no domingo