Hipertensão: Entenda as causas da doença

Foto: Divulgação

Na última quinta-feira (26) foi celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão. A alta da pressão arterial pode trazer vários riscos à saúde e levar até a morte. Entretanto, a doença pode ser previnida de acordo com nossos hábitos de vida.

A explicação para a hipertensão é dada pelo bombeamento do sangue, que ocorre por meio das artérias. Esse movimento de bombear é dividido em pressão sistólica (contração) e diastólica (relaxamento do coração). A pressão sistólica normal vai até 120 mmHg e já é considerada elevada quando passa de 140 mmHg. No caso da pressão diastólica, a normalidade é de 80 mmHg e não é recomendado ultrapasse os 90 mmHg.

Quando as médias das pressões são elevadas, o coração acaba que tendo que se esforçar mais para que o sangue chegue ao corpo. A pressão arterial varia ao longo do dia, por conta de vários fatores externos, como exercícios físicos ou repouso. Entretanto,  uma fator externo gerar um pico de pressão, que em certos pacientes pode ser perigoso.

+Empresa abre vagas em BH – Salários chegam aos R$ 4 mil

anúncios

+Conheça 4 pontos de troca de figurinhas da copa em BH 

Além de doenças cardíacas, a hipertensão arterial pode levar prejuízos aos rins, que passam a funcionar com dificuldade, aos olhos, afetando a visão, e ao cérebro. O corpo da sinais da doença por meio de dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal.

A hipertensão pode ter também fatores genéticos. Por isso, quem tem ocorrências mais próximas na família deve ter cuidado redobrado com os fatores externos.


No dia 26 de abril, Dia Nacional da Prevenção e do Combate à Hipertensão Arterial, o Ministério da Saúde divulgou um levantamento: entre os jovens de 18 a 24 anos, houve queda de 34% no diagnóstico de pressão alta. O índice  apontou também que quase metade dos adultos de 55 a 64 anos sofrem com a pressão alta. As pessoas negras, as mulheres e os diabéticos são mais propensos à hipertensão;

O que fazer para se prevenir?

  1. Manter o peso adequado;
  2. Não abusar do sal (utilize outros temperos que ressaltam o sabor dos alimentos);
  3. Evitar alimentos gordurosos;
  4. Praticar atividade física regularmente;
  5. Aproveitar momentos de lazer;
  6. Não fumar;
  7. Moderar o consumo de álcool;
  8. Controlar o diabetes;
  9. Evitar o estresse;
  10. Medir a pressão arterial com regularidade (pessoas com casos na família ao menos duas vezes por ano).

Desenvolvida pelo Ministério da Saúde, a Plataforma Saúde Brasil ajuda qualquer pessoa que queira parar de fumar, perder peso e se alimentar melhor – três dos principais passos para ficar longe da pressão alta. Acesse! http://saudebrasilportal.com.br/.


Written by Iolanda Pedrosa

.

Burger king lança novidade gastronômica

Fifa abre votação para a escolha de frase da Seleção