Filarmônica de Minas Gerais Realiza a 10ª edição do laboratório de regência

Foto: Eugenio Savio

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais realiza a 10ª edição do Laboratório de Regência. Entre os dias 17 a 19 de abril, Bruno Nascimento, Eron Calabrezi, Katarine Araújo e Rossini Parucci, selecionados para atuar ativamente, participarão de ensaios e aulas técnicas ministradas pelo diretor artístico e regente titular da Orquestra, Fabio Mechetti.

Todo esse processo possibilita que jovens regentes tenham, sob sua batuta, uma orquestra profissional e aprendam, na prática, os desafios da regência. O Laboratório será encerrado com um concerto aberto ao público, no dia 19 de abril, às 20h30, na Sala Minas Gerais. No repertório estão duas obras importantes do repertório erudito – A força do destino: Abertura, de Verdi, e Sinfonia nº 5 em mi menor, op. 64, de Tchaikovsky.

A entrada para o concerto é gratuita, e os ingressos devem ser retirados na bilheteria da Sala Minas Gerais a partir do dia 17 de abril, às 12h. Serão disponibilizados quatro ingressos por pessoa.

anúncios

Aulas práticas e teóricas

Pela manhã, os participantes têm aulas práticas, em ensaios com a Orquestra, e, à tarde, recebem orientações teóricas e técnicas do maestro Fabio Mechetti. Enquanto Bruno, Eron, Katarine e Rossini realizam essas atividades com a orquestra e o maestro Mechetti, outros 10 maestros irão acompanhar as aulas e os ensaios como ouvintes.

O Laboratório de Regência da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais é uma iniciativa pioneira no Brasil. Por ele já passaram regentes que hoje se destacam no cenário nacional e internacional, como Marcelo Lehninger, atual Diretor Artístico da Orquestra Sinfônica de Grand Rapids, depois de ter ocupado os cargos de Regente Associado da Orquestra Sinfônica de Boston e Diretor Artístico da Orquestra Sinfônica de New West, todas nos Estados Unidos;

Tobias Volkmann, Maestro Titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com reconhecida carreira internacional, e Alexandra Arrieche, Diretora Artística da Henderson Symphony Orchestra, vencedora do Taki Concordia Fellowship (2011) e regente assistente da Baltimore Symphony nas temporadas 2013 e 2014.

Nas dez edições já realizadas do Laboratório de Regência, foram oferecidas 137 vagas ocupadas por 111 jovens regentes de todo o Brasil. Alguns deles participaram do Laboratório de Regência da Filarmônica de Minas Gerais mais de uma vez.



Informações:

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

anúncios

10º Laboratório de Regência 
Para jovens regentes brasileiros

Com o maestro Fabio Mechetti
De 17 a 19 de abril de 2017

Concerto de Encerramento

19 de abril, às 20h30

anúncios

Sala Minas Gerais

VERDI                  A força do destino: Abertura

TCHAIKOVSKY   Sinfonia nº 5 em mi menor, op. 64

Entrada Gratuita

Os ingressos serão distribuídos a partir do dia 17 de abril, terça-feira, às 12h, apenas na bilheteria da Sala Minas Gerais.

Há um limite de quatro unidades por pessoa, não sendo autorizado o uso de um segundo CPF.

Informações: (31) 3219-9000 ou www.filarmonica.art.br

 

Por Redacao

.

Gosta de desconto? Conheça 3 sites para economizar em BH

Campanha de vacinação começa no próximo dia 23