Festas de fim de ano e animais de estimação

*Fabricio Posocco é professor universitário e advogado no Posocco & Advogados Associados;

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) identificou 139,3 milhões de animais de estimação nos lares do país. O levantamento feito em 2018 mostrou que 54,2 milhões eram cães, 39,8 milhões eram aves, 23,9 milhões eram gatos, 19,1 milhões eram peixes e 2,3 milhões eram de outras espécies, como répteis, anfíbios e pequenos mamíferos.

Criamos um vínculo afetivo grande com esses bichinhos e hoje consideramos membros da família. Por isso, com a chegada do fim de ano é impossível programar as férias sem pensar neles.

O primeiro cuidado é encontrar uma casa ou hotel pet friendly. Isto é, um local onde você e seu animal de estimação sejam bem-vindos. Antes de pagar as diárias, explique as características do seu bichinho e pergunte se o espaço possui infraestrutura e equipe de atendimento treinada para lidar e receber bem o seu amigão. A vítima de propaganda enganosa pode procurar reparos na Justiça.

Outro ponto importante é o transporte do pet respeitando o Código de Trânsito Brasileiro. Para evitar multa e garantir a segurança de todos os ocupantes do veículo, saiba que os animais de estimação devem ser transportados no banco de trás. Eles podem ir afivelados ao cinto de segurança, em grade divisória ou em caixa de transporte.

anúncios

Se for uma viagem longa, que possa vir a estressar o pet, a opção pode ser deixá-lo na cidade. Pesquise se perto da sua residência há hotel para animais. Neste estabelecimento especializado para cuidar do seu animalzinho, ele terá atenção e diversão.

É nosso dever zelar pelo nosso amigão. Se houver desrespeito ao direito do consumidor ou algum prejuízo em relação ao animal de estimação, procure um advogado de sua confiança ou a OAB da sua cidade.

Por Redacao

.

Cozinha Santo Antônio lança menu especial para o Natal

Quebrando o Tabu e ONU tiram dúvidas sobre vacina contra a COVID-19