Estudantes se mobilizam pelo bem-estar dos animais abandonados em Contagem

Foto: Divulgação

Os alunos do Colégio Santo Agostinho – Contagem se mobilizaram para oferecer suporte ao trabalho de castração de animais abandonados e em situação de risco na cidade. Em parceria com a ONG Proteger, os estudantes organizaram a “Sexta doce”, uma mobilização que envolveu a arrecadação de ingredientes para produzir doces que, vendidos no recreio escolar, arrecadaram cerca de R$ 1.200,00 que serão destinados à compra de luvas, seringas e materiais utilizados no procedimento.

+Belo Horizonte recebe, pela primeira vez, feira internacional de artesanato

+Museu das Minas e do Metal recebe o Movimento Soul BH

Castrar esses animais é socialmente relevante, sobretudo porque o procedimento vem acompanhado da vermifugação e propicia, a longo prazo, o controle de sua população.



Segundo Mariana Liceia, coordenadora da ONG Proteger, esse trabalho vem somar forças e respaldar aquilo que é desenvolvido pelos órgãos públicos responsáveis pelo controle de zoonoses, no sentido de cuidar, proteger e controlar a população de gatos e cachorros abandonados pela cidade.

Por Redacao

.

Mais de 50 cervejarias confirmaram presença no Oktoberfest BH

Curso de manipulação de alimentos acontece na próxima semana