#EmCasaComSesc lança playlists com espetáculos apresentados em 2020

Retrospectiva convida o público a ver e rever shows, espetáculos de teatro , dança e atividades para as crianças

Enquanto o #EmCasaComSesc não estreia em 2021, com os espetáculos transmitidos ao vivo direto das unidades do Sesc, o público pode conferir uma retrospectiva das apresentações que passaram pela programação no ano passado. A seleção pode ser acessada por meio do portal da instituição (sescsp.org.br/online/artigo/15038_RETROSPECTIVA ) e do Instagram (instagram.com/ sescaovivo ).

As 15 playlists criadas pela equipe curatorial da instituição conectam eixos temáticos encontrados em shows, peças teatrais, espetáculos de dança e atividades para as crianças, possibilitando a descoberta de novos universos artísticos.

Em #Música, há retrospectivas para quem quiser cair no Samba, que reúne as apresentações do grupo Samba de Dandara com Graça Braga e Raquel Tobias; aos amantes do Rock, os shows de Arnaldo Antunes,  Paulo Miklos e outros. A seleção Em Família destaca artistas que se apresentaram com seus familiares, como músicos irmãos, casais e pai e filho, nos mais variados estilos musicais, como o show de Marcos Valle, com participação de Patrícia Alví, e o de Paula e Jaques Morelenbaum com Dora Morelenbaum.

anúncios

Em #Teatro, há uma playlist de espetáculos protagonizados por Artistas Veteranos, cujas trajetórias se confundem com a história das artes cênicas, do cinema e da televisão no Brasil, a exemplo de Renato Borghi em “Borghi em Revista – Origens”, espetáculo com roteiro e colaboração de Elcio Nogueira Seixas. Outra opção é a seleção Medeias, com montagens que recriam e revisitam, sob diferentes pontos de vista, a história da potente figura feminina da tragédia grega de Eurípides, Medeia.

A seleção Criações da Casa traz um conjunto de espetáculos adaptados por artistas que buscaram repensar e ressignificar o que é fazer teatro de casa, e como é possível estar junto neste período de isolamento social, como em Mãe Coragem, com Bete Coelho. Fechando as playlists de #Teatro, em Ausências, o público pode ver ou rever peças de diferentes estilos que olham de forma poética para a solitude.

Entre as seleções para o público infantil e família do #Crianças, destaque para a lista de lives nas categorias Dança, com espetáculos que deixaram a palavra de lado para dar lugar ao lúdico, por meio do circo, da dança e de outras formas corporais de expressão. Ademais, o público infantil também pode assistir performances com bonecos e fantoches, peças literárias, e obras que abordam o empoderamento da criança negra.

Já pela programação de #Dança, o espectador pode ver ou rever os espetáculos que refletem sobre o contexto do distanciamento social devido à pandemia, na categoria Isolamentos, a exemplo de Cartas para um Outro Tempo, com a São Paulo Companhia de Dança. Além disso, pode conferir também coreografias e performances de diferentes vertentes da dança que abordam as poéticas dos corpos negros, em Danças Negras.

Por Redacao

.

Previsão do tempo: BH tem possibilidade de chuva e risco geológico neste domingo

Municípios mais próximos de BH apresentam melhores índices de qualidade de vida