Day use para idosos é solução para as famílias que passam o dia todo fora de casa

Yoga ao ar livre. Foto: divulgação

Pioneiro no Estado, empreendimento oferece infraestrutura, lazer e cuidados diferenciados para população acima de 60 anos

Um lugar alegre, colorido e cheio de vida. Essa é imagem do Clara Residencial Sênior, um apart-hotel destinado exclusivamente à terceira idade. Pioneiro em Minas Gerais, o empreendimento tem uma infraestrutura única e oferece um modelo revolucionário no país, inspirado nas melhoras práticas em atenção à terceira idade dos EUA, conhecidas por “Assisted Living” (moradias assistidas, em tradução livre).

Para as famílias e os idosos que quiserem usufruir da estrutura completa disponível, programação de atividades e dos cuidados da equipe de profissionais, o local oferece, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h30, o “Sênior Day”. Segundo o sócio-diretor do Clara Residencial Sênior, Fabiano Prata, é um sistema day use, em que o idoso passa o dia no residencial e volta pra casa ao fim do dia. “É como se fosse uma colônia de férias, com as refeições incluídas e participação no amplo calendário de entretenimento”, diz Fabiano.

No residencial, o idoso passa por uma transformação na qualidade de vida a partir de uma rotina enriquecedora, com tranquilidade, segurança, lazer e dignidade, além de estímulos cognitivos diversos. “Contamos com fisioterapeutas, médico, enfermeiros, psicólogos, mas também com mestres em yoga, reiki, tai chi chuan, professores de pilates, hidroginástica e até com atores de teatro que trabalham com os residentes com muita animação e alegria. Nosso calendário conta com atividades muito bem elaboradas, como estudos de filosofia e literatura, meditação guiada, terapia em grupo, passeios culturais, entre outras”, afirma Fabiano Prata.

anúncios

Muito além dos cuidados básicos, as atividades cognitivas, sociais e de lazer ajudam na manutenção e evolução psíquica e motora dos residentes, além de tornar os dias mais alegres e divertidos.

Instalado no bairro Floresta, há cerca de três anos, o Clara Residencial Sênior mantém 84 apartamentos de 25m², com aproximadamente 130 leitos, quase todos ocupados atualmente, divididos em suítes individuais ou duplas. As mensalidades variam entre R$ 5.500 e R$ 9.500, sendo três as modalidades de serviços e que atendem todas as demandas dos idosos e das famílias.

Além do sistema de Day Use, o idoso pode ficar alguns dias na modalidade temporada ou como residente. Os residentes lúcidos e independentes vem e vão como em suas casas, passeiam pelo bairro, vão a restaurantes, confeitarias, lojas, cinema, teatro, visitam parentes, amigos ou saem para viajar. “Todas são atividades exteriores ao residencial e que ocorrem com muita frequência. Temos estrutura para esse ‘novo idoso’ que quer ter vida própria e, ao mesmo tempo, usufruir dos benefícios de um residencial com serviços de assistência à saúde, com segurança e privacidade”, comenta Fabiano Prata.

Há também a total integração das famílias na rotina do residencial, fortalecendo ainda mais os vínculos afetivos. “Estamos promovendo uma verdadeira revolução na forma de cuidar de idosos no Brasil, substituindo o modelo antigo de casas residenciais adaptadas, por edifícios modernos, especialmente pensados para assegurar lazer, socialização, segurança, assistência médica e máxima independência aos residentes”, enfatiza Daniela Prata, sócia e diretora comercial do Clara Residencial Sênior.

Sob a tutela médica de Telmo Diniz, fundador do Clara, o residencial oferece cuidado integral que proporciona uma melhoria sem igual na saúde dos idosos, diminuindo a necessidade de internações ou problemas relacionados à idade. “É muito comum o idoso estar em casa, acompanhado de uma doentia solidão e ociosidade. A vinda para o residencial traz de volta a energia esquecida há muito tempo, a vontade e o prazer de se relacionar”, acrescenta o médico, que hoje é referência no país no que remete ao tema ‘residências assistidas para idosos’.

O grande diferencial do Clara é oferecer o conforto e os serviços de hotelaria, aliados a um sistema de cuidados à saúde física e emocional, com o foco principal de ter a alegria estampada no rosto dos residentes. Além disso, uma arrojada proposta assistencial garante que problemas mais simples de saúde que venham a surgir, como um princípio de pneumonia ou uma infecção urinária, por exemplo, possam ser prontamente resolvidos dentro do próprio residencial, garantindo mais conforto para o residente e seus familiares. Diferentemente dos modelos tradicionais que, por não terem esta retaguarda médica frequente, transferem o idoso para um hospital por problemas mínimos de saúde.

“Nosso modelo foi tão bem aceito pelo mineiros, que nos tornamos a maior comunidade sênior do estado e uma das maiores do país e, diante desta procura, já estamos à caminho da segunda unidade localizada na zona sul de Belo Horizonte já para o ano de 2020”, afirma Telmo Diniz.

Apesar dos dados comprovarem o aumento da longevidade da população, quando o assunto são as instituições voltadas a idosos, ainda existe preconceito. Segundo Telmo Diniz, “há todo um paradigma que precisa ser quebrado”. “As famílias não precisam pensar que estão abandonando um ente querido em um lugar triste. Muito pelo contrário, lá eles estão bem assistidos, divertindo e aproveitando a vida com saúde, convivência e atividades diversas, com liberdade e flexibilidade para viver a vida sem a preocupação das responsabilidades cotidianas e com apoio assistencial integral. “É o que todos precisam para aproveitar o que de melhor a terceira idade pode oferecer”, conclui o médico.

anúncios

Link vídeo institucional: https://vimeo.com/347370791

Link site: https://www.clararesidencial.com.br/

Written by Helio Paulo

Construtoras oferecem vagas de emprego e estágio em Belo Horizonte e Nova Lima

Conselho de Presidentes recebe Marcos Brandão, CEO da BH Airport, em Belo Horizonte