Contagem registra alta de 28,91% nas vendas de apartamentos novos

Juros baixos e valorização da casa própria turbinam mercado imobiliário em plena crise

Na contramão da maioria dos setores, que acumulam perdas sob o impacto da Covid-19, a construção civil registra resultado positivo e prevê um segundo semestre promissor. Em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, as vendas de apartamentos novos cresceram 28,91% entre janeiro e junho na comparação com o mesmo intervalo do ano passado. Chama atenção também o volume de lançamentos na cidade, que registrou alta de 44,63%. A adaptação das empresas e dos clientes às ferramentas digitais, taxas de juros mais baixas e facilidades de acesso ao crédito imobiliário contribuem para o cenário, que se repete em todo o estado.

Foto: Prefeitura de Contagem/Divulgação

Os dados fazem parte do Censo do Mercado Imobiliário, realizado pela Brain Consultoria para o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG). O estudo mostra que as vendas em Contagem passaram de 685 unidades, no primeiro semestre de 2019, para 883 unidades comercializadas no mesmo período de 2020. Nessa mesma base de comparação, foram lançadas 888 unidades habitacionais no primeiro semestre deste ano, contra 614 no mesmo período de 2019.

Isso mostra que, embora as medidas de isolamento social tenham imposto uma série de desafios ao setor, as empresas conseguiram se adaptar à nova realidade. Na Sancruza Imóveis, empresa localizada no bairro Eldorado, em Contagem, a equipe de vendas registrou o maior volume comercializado na história da empresa, com alta de 52% nas vendas de imóveis novos em comparação com o mesmo período do ano passado. “Em junho, conseguimos atingir a nossa meta trimestral e, com esses resultados, recuperamos os dois meses anteriores, que, para nós, foram os de maior impacto da pandemia. Já em julho, a equipe de vendas bateu a meta esperada para o mês”, revela o gerente de lançamentos da Sancruza, Arlem Saraiva.

Segundo ele, o melhor desempenho e as boas perspectivas para os próximos meses são resultado de uma combinação de fatores, como as melhores condições de financiamento e facilidade no pagamento da entrada. “Os clientes estão procurando, principalmente, por facilidades, tanto nas prestações quanto no valor de entrada. A queda da taxa de juros e as condições especiais oferecidas pela Caixa, incluindo a carência de seis meses para começar a pagar, também foram decisivas para isso”, comenta.

anúncios

Para Carlos Santos, diretor da Sancruza, o fato de a empresa ter se especializado na comercialização de imóveis no entorno do bairro Eldorado foi um dos fatores que possibilitou o recorde de vendas, o que também garante o melhor atendimento ao cliente. “O retorno é melhor quando atuamos em determinada região, com conhecimento maior e aprimorado do perfil dos clientes; isso torna nossos corretores especialistas. Nosso foco sempre é o cliente e, quando nos especializamos em uma determinada região, conseguimos encontrar mais facilmente o produto ideal para cada cliente atendido”, disse.

Para se adaptar ao novo cenário, o diretor destaca o investimento da empresa nos canais digitais e na capacitação dos corretores. “Estamos focados na retenção de talentos”, afirma. Ele ressalta também que a Sancruza é a única imobiliária de Contagem com ISO 9001, certificação que garante ao cliente a prestação de um serviço de qualidade.

Written by Helio Paulo

Cia Athletica aposta em tecnologia para abrir sua unidade em BH

Vitallis lança plano de saúde econômico para atender clientes que tiveram renda afetada pela pandemia de Covid-19