Casa Fiat de Cultura dá início à 4ª edição do presépio colaborativo com curadoria de leo piló

Foto: Divulgação

A 4ª edição do Presépio Colaborativo da Casa Fiat de Cultura, com curadoria do artista plástico Leo Piló, irá homenagear o tradicional Presépio do Pipiripau, criado por Raimundo Machado Azeredo e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O público pode participar no processo de criação e construção do presépio com material reciclável no Ateliê Abertoaté 25 de novembro, de quarta a domingo, às 10h3014h e 16h, com 45 vagas por horário. Crianças, jovens e adultos podem participar das oficinas, que serão gratuitas e divididas em três categorias: “Casinhas e Edificações”, “Cenografia” e “Presepeiros”. Todos são convidados a doar caixas vazias de remédios para confecção das peças que, unidas, formarão uma mini-cidade repleta de presépios. O Presépio será inaugurado no dia 27 de novembro, às 19h30.

+Amipão oferece curso de Pães Congelados

+Minas Shopping recebe contação de histórias gratuita, no próximo domingo

Belo Horizonte é o único lugar que tem um presépio contínuo, dinâmico e presente na vida da cidade. O Presépio do Pipiripau foi construído ao longo de 82 anos, de 1906 a 1988, e narra o nascimento, a vida, a morte e a ressurreição de Cristo. A obra tem cerca de três mil objetos e 45 cenas que mobilizam 586 figuras em uma área de 20 m². Todo o mecanismo, feito de materiais reciclados, é criação do artesão Raimundo Machado Azeredo. “



Esta será a inspiração para os participantes do Ateliê Aberto do Presépio Colaborativo, que mostrará o que é a mineiridade nos dias de hoje. Ruas, pontes, igrejas, bairros e favelas serão construídos com papelão, isopor e paletes doados pela Ilha Ecológica da Fiat e o público é convidado a contribuir: “pedimos que os participantes doem caixas vazias de remédio para dar uso a um material que semanalmente jogamos fora e que, com seus tamanhos e formatos diferentes, originarão  casas e edificações distintas de acordo com a criatividade de cada um”, explica o artista plástico Leo Piló, conhecido por produzir arte exclusivamente com materiais reciclados. Uma vez construída, a mini-cidade ganhará diversos presépios – que também podem ser doados/emprestados pelo público – espalhados pelas ruas, variando de tamanho, formato e referência cultural para refletir a diversidade existente em Belo Horizonte. “Queremos que as características sejam únicas a cada esquina”, destaca o curador do Presépio Colaborativo.

anúncios

Os participantes que desejarem conhecer o Presépio do Pipiripau antes de participar do Ateliê Aberto da Casa Fiat de Cultura, a instalação fica aberta à visitação às quartas, quintas e sextas-feiras, às 11 e às 16 horas, e aos sábados e domingos, às 11h, 12h, 15h e 17 horas, no Museu de História Natural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), localizado na Avenida Gustavo da Silveira, nº 1035, no bairro Horto.

O Ateliê do Presépio Colaborativo é uma realização do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e da Casa Fiat de Cultura, com o patrocínio da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Banco Fidis, Fiat Chrysler Finanças, Fiat Chrysler Participações e Banco Safra. A atividade conta com a parceria da Ilha Ecológica da Fiat, Casa Cor e Autorama Rua Sapucaí e apoio do Circuito Liberdade, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), Governo de Minas e Governo Federal.



Ateliê Aberto do Presépio Colaborativo

Leo Piló dividirá as atividades em três categorias, com 15 vagas para cada uma.

1) Oficina Casinhas e Edificações |Para crianças, jovens e adultos

Construção de casas, prédios, igrejas, pontes e outros elementos presentes em grandes e pequenas cidades. Serão utilizados papelão e caixas de remédio como base e outros materiais para caracterizar janelas, portas, varandas e outros elementos. Oficina para adultos e crianças.

2) Oficina Cenografia |Para crianças, jovens e adultos

anúncios

Construção de objetos cenográficos e montagem da mini-cidade.

3) Oficina Presepeiros |Para jovens e adultos

Grupo responsável por reunir diferentes tipos de presépios e montá-los ao longo da mini-cidade.

O artista Leo Piló

anúncios

Mineiro de Belo Horizonte, Leo Piló é um artista inquieto, criativo, simples e dinâmico. Apresenta trabalhos inusitados, feitos de materiais não convencionais, treinando os olhares para novas possibilidades de construção – que revise atitudes e métodos de redução, reciclagem e reutilização – e meios de sustentabilidade. Sempre compartilhando as técnicas desenvolvidas por meio do aprendizado, o artista procura criar um elo entre arte e natureza, promovendo metodologia de reutilização de resíduos urbanos e gerando novas possibilidades inseridas na realidade atual, em termos de cultura, arte, educação, recursos econômicos e outros benefícios.

O lixo se tornou uma especialidade com o trabalho desenvolvido através da reciclagem e dos catadores com o artista Leo Piló que sempre tem como foco a busca de nova consciência ecológica e a pragmaticidade do seu trabalho na sociedade.  Durante quase 15 anos, o artista trabalhou na associação ASMARE e ministrou várias oficinas de cenografia, costura, novas possibilidades, papelaria e marcenaria. Um dos grandes destaques de sua carreira foi a exposição Lixoarte, que tinha como objetivo criar, com materiais recicláveis, móveis e objetos para mobiliar uma casa. Em 2014, Leo Piló criou instalações para a exposição “Recosturando Portinari na Casa Fiat de Cultura”, por Ronaldo Fraga, e, desde 2015, é o curador do Presépio da Casa Fiat de Cultura.

Informações

Ateliê Aberto do Presépio Colaborativo da Casa Fiat de Cultura

Com curadoria de Leo Piló

Até 25 de novembro de 2018

Quarta a domingo, às 10h30, 14h e 16h

Participação gratuita

Previsão de inauguração do Presépio – 27 de novembro, às 19h30

Casa Fiat de Cultura

Circuito Liberdade

Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – BH/MG

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 21h – Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h



Por Redacao

.

Amipão oferece curso de Pães Congelados

Minas Shopping funciona em horário especial no dia 2 de novembro