Black Friday – Quase 50% dos belo-horizontinos devem realizar compras na data

Foto: Divulgação Internet

Os belo-horizontinos estão cada vez mais atentos aos preços baixos e às promoções realizadas na Black Friday e pretendem aproveitar esse momento para adquirir produtos com desconto. Segundo pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), 48,3% dos consumidores estão aguardando o dia 23 de novembro para ir às compras.

+Cirque du Soleil desembarca em BH com espetáculo “Ovo”

+Shopping Estação BH sedia final do campeonato mini ramp de skate

Entre os consumidores que irão comprar na Black Friday, a maioria (60,5%) espera descontos entre 41% e 60% nos produtos. Em média, os entrevistados estão aguardando redução nos preços de até 48,8%. Os moradores das Regionais Noroeste (90,2%), Pampulha (78,3%) e Centro-Sul (72,7%) são os que estão mais dispostos a comprar na Black Friday.



Já 51,7% dos entrevistados responderam que não irão aderir à Black Friday. Os principais motivos citados para não consumir foram: não acredita que é vantajoso (58,7%); falta de dinheiro (25%); não tem tempo para acompanhar (6%); não precisa de nenhum produto no momento (5,5%); não sabe como funciona (3,6%) e está desempregado (1,2%).

Os eletrodomésticos e eletrônicos são os itens mais desejados

Os setores de eletrodomésticos e eletrônicos serão os mais procurados pelos consumidores (31,2%) segundo a pesquisa. As roupas aparecem em seguida com 14,6%, e após vêm os calçados (11,8%). Os demais produtos apresentam os seguintes percentuais: outros, que inclui material esportivo, bebidas alcoólicas, móveis, joias e bijuterias, chocolates e pacote de viagens/passagens (11,2%); cama, mesa e banho (7,8%); cosméticos/perfumes (7,4%); utensílios domésticos/itens de decoração (7,4%); acessórios (bolsas, mochilas, cintos, carteiras) (4,9%) e jogos eletrônicos (3,7%).

anúncios

Tíquete médio ultrapassa os R$ 500

Com a expectativa de grandes descontos e boas promoções, os belo-horizontinos planejam gastar, em média, R$ 555,20 com cada item.  Este valor mais alto é explicado pelos itens que serão adquiridos. “Parte da população espera a data para comprar produtos de maior valor como os televisores, geladeiras, celulares, tablets, vídeo games, entre outros. Esses itens costumam ter um percentual significativo de descontos na Black Friday”, comenta o vice-presidente da CDL/BH.



Lojas online serão as preferidas durante a Black Friday

Durante a Black Friday, a maioria dos consumidores (71%) pretende realizar suas compras pela internet. Os que irão adquirir produtos em lojas físicas correspondem a 27,6% e 1,4% irão utilizar as redes sociais.

Metodologia – Foram entrevistadas 300 pessoas em Belo Horizonte e Região Metropolitana, no período de 4 a 28 de outubro de 2018.

*Texto da CDL/BH


Written by Iolanda Pedrosa

.

Catas Altas se destaca como polo de resgate das tradições gastronômicas de Minas Gerais

Aulas gratuitas de culinária são mais uma atração do projeto “Felizidade” no Minas Shopping