Atlético quer exterminar Boa, para evitar abduções em Varginha.

Por Paulo Soares

Belo Horizonte, 30 de março de 2019

 

Após vencer o Tupynambás no final de semana passado por 3-1 pelas quartas de final, o Atlético inicia sua caminhada na semifinal do Mineiro diante o Boa Esporte em Varginha neste sábado às 18 horas de olho em mais uma final do Estadual. 

anúncios

O técnico Levir Culpi fechou os dois últimos treinos antes da partida, porém não se trata de um super mistério. A equipe titular deve entrar em campo com apenas uma novidade: Maicon Bolt entra na vaga do uruguaio Terans. O alvinegro entra nesta semifinal com vantagens após ter conseguido ser o líder geral da Primeira fase. A equipe joga por dois resultados iguais e espera que nenhum extraterrestre possa impossibilitar a sua octogésima segunda final. 

Já o Boa Esporte, eliminou a Tombense nos pênaltis na fase quartas de final e tem em seus artilheiros Gindré e Gustavo Henrique a esperança de gols para chegar pela primeira vez na final do estadual. O técnico Cesinha espera dificuldades diante a equipe da capital, mas pretende surpreender e conseguir um bom resultado neste primeiro confronto.

Boa Esporte e Atlético já se enfrentaram apenas 13 vezes na história. Foram até o momento, onze vitórias atleticanas, um empate e apenas uma vitória da equipe varginhense. O último encontro das equipes foi pela primeira rodada do Campeonato Mineiro desde ano, no Independência. Vitória do Galo por 5 a 0, com direito a hat trick de Ricardo Oliveira.

 

Boa Esporte x Atlético 

 

Boa Esporte

Renan Rocha, Chiquinho Alagoano, Fernando Fonseca, Ferreira, Tsunami, César Sampaio, Claudec, Edenilso, Jayme, Kaio Cristian,Gustavo Henrique. Técnico: Cesinha

anúncios

 

Atlético

Victor; Guga, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Wellison e Jair; Cazares, Maicon Bolt e Luan; Ricardo Oliveira

Técnico: Levir Culpi

anúncios

 

Motivo: Semifinal do Campeonato Mineiro

Data e horário: sábado, 30 de março, às 18h

Local: estádio Melão, em Varginha 

 

Arbitragem 

Apita o jogo o árbitro paranaense Rafael Tarci, auxiliado por Helton Nunes e Celso Luiz da Silva. 

O VAR tem em seu comando Heber Roberto Lopes.

 

Written by uaifut futebol

Taxa de desemprego sobe e fica em 12,4% em fevereiro

Filarmônica de Minas Gerais recebe pela primeira vez o violinista Michael Barenboim