Artesãos vendem chapéus de malha para ajudar uma mulher afetada pelas sequelas de Covid

 

O evento “Uma bonnet com amor” arrecada chapéus de artesãos e vende por 30 reais. O dinheiro arrecadado pode ser doado para mulheres que tiveram um derrame durante o tratamento da Covid ou projetos sociais que doam cobertores

Nos últimos anos, a decoradora Odette Castro mobilizou funcionários e artesãos para a realização de diversos movimentos de solidariedade. Depois de saber do caso de Roberta, uma mulher que estava lutando contra um acidente vascular cerebral (AVC) causado pela Covid-19 decidiu criar uma nova cadeia de bondade.

anúncios

As sequelas impediram Roberta de trabalhar e ainda teve que pagar pelo tratamento. “Ela perdeu a capacidade de fazer exercícios com as pernas e está presa à cama. Muitas pessoas não sabem o quanto a reabilitação e os medicamentos são caros”, disse Odette.

A campanha “Um boné com amor” tem como objetivo arrecadar chapéus e malhas de “crocheteres” e vendê-los por 30 reais. O comprador decide se doa o dinheiro para Roberta ou para um projeto social que doa cobertores para quem vive em ambientes socialmente frágeis.

Na primeira semana do projeto, Odette coletou 80 obras e vendeu todas. “Acredito que, dessa forma, as pessoas ficam mais motivadas a fazer mudanças. Muitas pessoas que compram querem doar peças para quem precisa. Mas também há uma boa demanda por chapéus infantis”, disse Odette.

Quem quiser comprar chapéus pode encontrar o seu caminho nas redes sociais da decoradora (facebook.com/odette.castro e @odettecastro, no Instagram). Ela disse que os crochê que também desejam ingressar na Rede Solidária podem entrar em contato pela Internet.

 

A neta de Odette Castro, Ana, é a “garota-propaganda” da campanha
Foto: Odette Castro

Por Redacao

.

Ícones da cultura queer dominam o IGTV do Pão de Açúcar para o Dia Internacional da Drag Queen

Qualitá lança Cartão Cesta Básica   para auxiliar os consumidores a economizar