Arraial de Belo Horizonte promete uma grande experiência junina

Foto: Divulgação – PBH

Está aberta a temporada dos festejos juninos em Belo Horizonte, cidade considerada pelo Ministério do Turismo e pela Embratur o maior destino turístico junino do Sudeste e um dos cinco maiores do país.

Realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur, o Arraial de Belo Horizonte chega à sua 41ª edição e, durante um mês, vai preencher a capital mineira com muita cultura, folclore, tradição e alegria. De 7 de junho a 7 de julho a cidade contará com programação intensa, que pode ser acessada pelo site.

Já estão confirmadas 40 quadrilhas para o tradicional concurso municipal, parceria com a Comissão Junina Mineira, que acontece na Praça da Estação. Serão 27 disputando pelo Grupo de Acesso, nos dias 28, 29 e 30 de junho, e 13 pelo Grupo Especial, com apresentações marcadas para os dias 6 e 7 de julho.

No palco, uma grande atração já está confirmada: Naiara Azevedo, uma das cantoras mais influentes do meio sertanejo atual. Ela entra em cena no Arraial de Belo Horizonte na noite do domingo, dia 30 de junho, com show gratuito.

anúncios

Cortejo Junino

Abrindo oficialmente as festividades juninas em Belo Horizonte, um cortejo com várias carroças enfeitadas pelas quadrilhas sairá da entrada principal do Parque Municipal neste sábado, dia 8, a partir das 13h. O destino é a Praça da Estação, considerada o coração do Arraial de Belo Horizonte.

Concurso de Quadrilhas

Das 40 quadrilhas participantes do Concurso Municipal de Quadrilhas 2019, 27 quadrilhas estão inscritas para o Grupo de Acesso e se apresentam na Praça da Estação entre os dias 28 e 30 de junho. As outras 13 quadrilhas do Grupo Especial entram em cena, também na Praça da Estação, nos dias 6 e 7 julho. Os interessados podem conferir o regulamento na íntegra, no Portal da Prefeitura.

Assim como nas outras edições do Concurso, os quatro primeiros colocados do Grupo de Acesso do ano anterior passam a compor o Grupo Especial e os quatro últimos classificados neste último passam a compor o Grupo de Acesso. Para avaliar a apresentação das quadrilhas, os jurados levarão em conta os seguintes quesitos: conjunto, coreografia, caracterização, marcador e casal de noivos.

Os quatro primeiros colocados do Grupo Especial vão levar prêmios de R$ 14 mil, R$ 12 mil, R$ 10 mil e R$ 8 mil. Já o Grupo de Acesso terá cinco premiados com valores de R$ 12 mil, R$ 10 mil, R$ 8 mil, R$ 6 mil e R$ 5 mil. A apuração do Grupo de Acesso será realizada no dia 2/7 e a do Grupo Especial no dia 9/7. Ambas serão realizadas no Coreto do Parque Municipal, às 14h.

Vila Gastronômica

Para repetir o sucesso do ano passado, a Praça da Estação contará mais uma vez com a Vila Gastronômica, espaço de alimentação com decoração típica, ambientado para receber, com conforto, o público do Arraial.

anúncios

A Vila Gastronômica Junina será realizada em parceria com a Abrasel-MG e a Frente da Gastronomia Mineira. Estarão presentes no espaço os restaurantes Barba Azul, Clube do Milho e da cervejaria Fürst.

Em pesquisa realizada pela Belotur, por meio do Observatório do Turismo, a Vila Gastronômica alcançou nota excelente em 2018: 9, em pontuação de 0 a 10. Com ambientação junina e conjuntos de mesas e cadeiras de madeira, o local proporcionou bastante conforto para o público do Arraial, que pôde degustar receitas de restaurantes típicos mineiros, assim como os pratos vencedores do Concurso Prato Junino, que também foram comercializados no local.

A Vila Gastronômica pode, inclusive, ser a justificativa de outro bom aspecto registrado pela pesquisa do Observatório do Turismo de Belo Horizonte de 2018, que apontou que o gasto médio por participante no evento foi de R$ 30,50, o que significa aumento de 27% em relação a 2017, quando foi registrado R$ 24,00 de gasto por participante.

Histórico do Arraial de Belo Horizonte

anúncios

Desde 1979, na sua primeira edição, quando era chamado de “Forró de Belô” (Belô – apelido carinhoso utilizado pelos belo-horizontinos para se referir a Belo Horizonte), o tradicional festejo junino de Belo Horizonte cresceu em tamanho e importância.

A partir da 39ª edição, em 2017, a festa passou a se chamar Arraial de Belo Horizonte, firmando estrategicamente o posicionamento do destino Belo Horizonte em nível nacional e internacional.

O evento cresceu, se espalhou por toda a cidade, ganhou mais visibilidade e incorporou recursos como o aplicativo mobile para integrar a programação e as redes sociais para revisitar tradições como o “correio elegante”. Também nessa edição, o Arraial foi contemplado no Edital de Festejos Juninos lançado pelo Ministério do Turismo e pela Embratur. Com isso, a capital mineira está hoje entre os cinco maiores destinos turísticos do período, ao lado das cidades de Bragança (PA), Campina Grande (PB), Corumbá (MS) e São Luís (MA).

Na edição de 2018, quando o Arraial completou quatro décadas, a gastronomia ganhou mais espaço com o lançamento da Vila Gastronômica na Praça da Estação, um espaço para alimentação decorado e ambientado para receber com conforto o público do evento. Tradicionais restaurantes da gastronomia mineira, como Dona Lucinha e Maria das Tranças, participaram do evento, que também contou com receitas vencedoras do Concurso Prato Junino, realizado com faculdades de gastronomia da cidade.

*Com informações da PBH

Written by Redacao

.

Unique promove curso de meditação para crianças

Parque Unicórnio Mágico chega ao Shopping Estação BH