Após cair no gosto dos mineiros, app de busca de “freelas” lança sistema gratuito de qualificação profissional

Cursos que aprimoram aspectos técnicos dos usuários, além do comportamento, higiene e postura, englobam demandas de setores como foodservice, cozinhas industriais, hospitalidade e varejo

Recém-chegado à Região Metropolitana de Belo Horizonte, o aplicativo Closeer – que conecta pessoas em busca de vagas para trabalhos temporários e freelancer às empresas – passou a oferecer, no último fim de semana, um novo ambiente dedicado à qualificação profissional dos usuários. A plataforma, que já possui mais de 400 clientes e cerca de 30 mil profissionais cadastrados e vem caindo no gosto dos mineiros, conta agora com uma série de cursos gratuitos relacionados às diversas funções ofertadas. A proposta, batizada de EduCloseer, utiliza vídeos didáticos que focam no aprimoramento de questões como comportamento, higiene e postura dos profissionais, além de aspectos mais técnicos que podem partir das próprias empresas contratantes. Atualmente, já estão disponíveis conteúdos como cursos sobre segurança do trabalho, guia para manipuladores de alimentos, atendimento para garçons e pizzaiolos, além de material didático sobre MEI (Microempreendedor individual).

Apesar da nova ferramenta, o aplicativo continua sem custos aos usuários. O CEO da Closeer, Walter Vieira, acredita que o diferencial desse método, conhecido como microlearning, é a democratização das oportunidades. “A pandemia trouxe um cenário de desemprego que pegou de surpresa muitas pessoas que, hoje, lidam com um mercado escasso de oportunidades em suas respectivas áreas. Pensando nos trabalhadores que porventura não têm experiências em serviços bastante ofertados na plataforma, como os de restaurantes, cozinhas industriais e hospitalidade, o EduCloseer já o prepara para determinadas funções”, explica.

anúncios

 

Através da Gig Economy, expressão utilizada para este modelo de trabalho com a adoção de novas tecnologias, a plataforma oferece um sistema de filtragem bastante eficiente, tanto para quem demanda os serviços, como também para os profissionais que buscam oportunidades, o que agiliza o contato entre as partes. Essa praticidade foi o ponto que mais chamou a atenção da ajudante de cozinha Claudia Costa, moradora de Betim, na Grande BH. “Eu fui indicada para um freela e, no local, conheci o app, pois um colega que já era cadastrado falou que era mais fácil de ser chamada pelas empresas. Desde então venho utilizando e gostando, porque consigo me colocar à disposição para várias funções que domino”, conta.

 

Para o CEO da Closeer, a nova ferramenta vai abrir mais portas para quem já possui experiência, mas carece de algum conhecimento específico exigido por quem demanda o serviço. “Cada empresa tem as suas particularidades e nós permitimos que elas contribuam na nossa plataforma, trazendo os requisitos desejáveis para os profissionais que queiram contratar. O EduCloseer vem, de fato, para favorecer o trabalhador e o mercado, onde vamos entregar profissionais mais preparados para os serviços sob demanda”, afirma Walter Vieira.

 

Por meio do aplicativo desenvolvido pela startup é possível também atender a demanda da indústria, principalmente nos setores que apresentam turnover alto, como varejo, logística e saúde. Além de Minas Gerais, a Closeer atende colaboradores e empresas parceiras em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. A plataforma é gratuita para quem está procurando serviços e possui espaço exclusivo chamado Closeer para Profissionais. O aplicativo relaciona a vaga da empresa solicitante com as características do trabalhador. O contato se dá por meio de notificação no app e um sms e, ao aceitar a vaga, o profissional e a empresa podem entrar em contato diretamente para alinhar o serviço.

Sobre a Closeer

A Closeer atua desde 2019 apoiando o crescimento da Gig Economy no Brasil. A plataforma utiliza tecnologia para conectar pessoas que precisam de renda com empresas que buscam redução de custos, flexibilização e controle na contratação de mão de obra freelancer e intermitente.

Por Redacao

.

Prêmio de segurança do trabalho avalia iniciativas de construtoras mineiras no combate à Covid-19

Cemig alerta sobre os riscos de soltar pipas próximo à rede elétrica