50º Festival de Inverno da UFMGm terá oficinas para crianças

Foto: Jean Felix

Duas oficinas lúdicas do 50º Festival de Inverno da UFMG resgatam, de diferentes formas, o ato de brincar. Com inscrições abertas, uma é para crianças de 5 a 8 anos e outra para crianças de 9 a 13 anos. Cada oficina é dividida em dois turnos, um para brincadeiras com histórias e outro para construção de brinquedos. Agnaldo Pinho irá coordenar a atividade “Brincando de fazer brinquedos”, que ensinará as crianças a fazerem objetos, brinquedos, bonecos e autômatos, utilizando materiais simples, com os alunos brincando com suas próprias criações.



Já a atividade “Era uma vez – brincando com as histórias”, será ministrada por Alessandra Visentin, psicóloga, atriz e contadora de histórias, que irá estimular a criatividade e a imaginação dos participantes. As oficinas ocorrem de 23 a 27 de julho, no Centro Pedagógico da UFMG, das 8h30 às 12h30. Haverá um intervalo com lanche. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas, no site do Festival, em www.ufmg.br/festivaldeinverno, que também contém sinopses e informações sobre toda a programação.

+Projeto “Era Uma Vez” recebe as contadoras de histórias Roberta Colen e Tatiane Moreira

+Iatec oferece curso de audiovisual GRATUITO em BH

Durante cada dia da atividade “Brincando de fazer brinquedos”, serão construídos um ou mais brinquedos, e, através deles, discutidos conceitos de estética, técnicas, história, artes, de uso e aplicabilidade de ferramentas, e, também, de física e matemática, pois assim as crianças entenderão melhor como um brinquedo funciona. Após esta conversa, as crianças experimentarão na prática suas criações, brincando com elas em um espaço apropriado, onde se possa realmente deixar a brincadeira fluir. A atividade buscará fazer com que as crianças descubram o prazer e o poder de construir seus próprios brinquedos.

A atividade “Era uma vez – brincando com as histórias” tem o objetivo de despertar, nas crianças, uma relação de afeto, encantamento e diversão com os livros e com as histórias que existem dentro deles. O público é levado a se relacionar consigo mesmo, com os colegas e com as histórias, desenvolvendo atividades lúdicas que estimulem a criatividade e a imaginação.

 

anúncios

Por Redacao

.

Mega Sena pode pagar até R$ 62 milhões hoje

5 números alcançados por “Medicina” em 24h