4 mitos em torno da cerveja

Foto: Divulgação

Fim de tarde, sexta-feira, combina com o que? Cerveja e buteco, claro! A bebida é uma das mais apreciadas no mundo e foi descoberta há cerca de 10 mil anos atrás. A pratica originou-se na região da Mesopotâmia e os indícios sugerem que a primeira cerveja foi produzida por acidente. Você sabia que as primeiras cervejas eram produzidas por padeiros? Tudo por conta do processo de fermentação e dos ingredientes.

+4 bares para conhecer em Belo Horizonte

Entretanto, a bebida ainda carrega uma série de mitos em torno, principalmente do seu consumo. Pode beber cerveja quente? Com ou sem colarinho? A água interfere na fabricação? O site Belo Horizonte separou uma série de mitos que já foram desvendados a cerca da cerveja.

O sol estraga a Cerveja?

Imagem: Giphy
anúncios

O lúpulo presente na cerveja é sensível a luz, e os três compostos nele que foram identificados também sensíveis a radiação, quando atingidas pela luz elas quebram e formam reativos como radiais livre o que leva a bebida a ganhar um aspecto, cheio e sabor não tão bons assim. O vidro escuro das garrafas, até protege de alguma forma contra os raios, mas não 100. O ideal é armazenar a bebida em local fresco e escuro,

Cerveja “dá barriga”?

Imagem: Giphy

Quem toma cerveja e faz dieta já bebe com uma mão no copo e outra na consciência. Será que a cerveja é responsável por uns kilos a mais? Segundo especialistas, a cerveja em si NÃO ENGORDA, desde que o consumo seja moderado. O  mito em torno da cerveja está em torno da quantidade consumida. Cada copo da bebida possui em média 100 calorias, entretanto nenhum ser humano do planeta não é capaz de sentar em um bar e beber uma cerveja.

Um outro fator que também agrava a “barriga de cerveja” é o consumo de petiscos juntamente com a cerveja. A bebida é um grande estimulante do apetite e combina com qualquer carne e petisco deste Brasil.

O colarinho protege?

Imagem: Giphy

A pergunta é a mais repetida pelos garçons do Brasil “Com ou sem colarinho?” É fato que toda a cerveja deve formar espuma, entretanto o aspecto e a densidade variam de acordo com o tipo. A espuma presente na cerveja é formada pelo CO (gás carbônico) e as proteínas contidas na cerveja. O colarinho ajuda a manter o sabor e o amargor presente na bebida, além de manter a temperatura no copo e ajudar na liberação de aromas.

Qualidade da água interfere na fabricação?

Imagem: Giphy

A água é muito importante no processo de fabricação da cerveja. Cerca de 95% da bebida é feita de água, o que influencia diretamente na qualidade do produto. A água não deve conter substâncias nocivas como Nitrato e metais pesados, que têm influência direta sobre a atividade das enzimas e da levedura cervejeira. As fontes devem ser protegidas contra influências ambientais.



Além da pureza da água, também o seu grau de dureza tem influência sobre a cerveja obtida. O grau de dureza define o teor dos mais diversos sais e substâncias minerais que estão dissolvidos naturalmente no solo. As características da água são responsáveis pelo paladar individual de cada cerveja e no final, também determinantes na qualidade da cerveja.

Por Redacao

.

MIS Santa Tereza recebe Mostra e Oficina Horizonte em Foco

17 bairros de BH e Santa Luzia vão ficar sem abastecimento de água